Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Notas da Coluna Argumentos, 25 de setembro de 2015.

Cleber Barbosa - Argumentos


Sampa

Aberta ontem em São Paulo a 43ª Abav Expo Internacional de Turismo, no centro de exposições do Anhembi. E com destacada participação do Amapá, que enviou uma delegação com cerca de 60 pessoas, entre técnicos, empresários, guias e agentes.      
    
Posição

Secretária estadual Cyntia Lamarão, do Turismo, pilotou pessoalmente o estande do Amapá no evento, com direito a artesanato, gastronomia, impressos com informações turísticas e até a dança do marabaixo.     

Chance

Pelo lado empresarial, presidente da Abav-AP, Elenilton Marques, liderou a missão de prospectar negócios para o turismo amapaense. Foram beber na fonte num encontro de quem quer vender ou comprar.            

Saída 

Nas falas das autoridades, destaque para o presidente nacional da Abav, Antonio João Monteiro de Azevedo. Em seu discurso, mostrou que em tempos de crise é presido apostar na força do turismo. Foi muito bem.               

Abav
Registro da festa de abertura da Abav Expo Internacional de Turismo, ontem em São Paulo. Evento se propôs a dar um salto de qualidade no turismo, com mobilização da classe política em torno dessa importante atividade econômica. Na foto, o governador tucano Alckmin e o peemedebista Eduardo  Alves.     
   
O cara 

Quem também roubou a cena foi o ministro do Turismo, Henrique Alves. Terminou aplaudido de pé pela plenária que reunia empresários, agentes de viagem e as delegações estrangeiras. Fez defesa candente do turismo.              

Dados

Os números mostram que o Brasil tem mais é que apostar mesmo na força do turismo. A praia de Cacun, no México, arrecada mais dólares que o Brasil inteiro no setor do turismo. Só a Torre Eiffel, por exemplo, recebe mais visitantes que a gente. E o turismo interno tem chance, com a alta do dólar.  
Alternativa

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou que o momento econômico difícil gera oportunidades para setores como o turismo. Ele também se mostrou favorável à facilitação de vistos aos turistas norte-americanos durante a Olimpíada: “em vez seis meses deveria ser um ano”, afirmou.      
Destravar

O presidente da ABAV Antonio Azevedo, se mostrou satisfeito com a adesão dos patrocinadores e falou sobre a importância do evento para destravar o setor. “A feira tem três eixos: negócios, conhecimento e relacionamento. Somos uma exposição completa”, disse o empresário.   

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Brasileiros descobrem o verdadeiro espírito parisiense no bairro Saint Germain des Prés

Apesar do grande fluxo de turistas em Paris, ainda é possível encontrar tranquilidade, charme e glamour na cidade luz
Paris é, sem dúvida, uma das cidades mais cobiçadas e movimentadas do mundo inteiro. Com isso, o alto trânsito de turistas muitas vezes ofusca a atmosfera parisiense, principalmente nas altas temporadas.
Um dos bairros mais indicados para aqueles que querem fugir da multidão é o coração do Saint Germain Des Prés, conhecido por ainda manter o estilo e essência da antiga Paris.
Localizado do lado esquerdo do Rio Sena, o bairro está estrategicamente posicionado ao lado de diversas linhas de metrô, possibilitando fácil acesso aos principais pontos turísticos e a poucos minutos caminhando até a Torre Eiffel, Arco do Triunfo e do Museu do Louvre, entre outras atrações. 
Vantagens de se hospedar em Saint Germain Des Prés
O coração do bairro mantém o espírito parisiense do século 20 com seu estilo de vida glamouroso e sofisticado facilmente visto em suas praças e ruas, extremamente charmosas e repletas de lazer como, por exemplo, o imponente Jardim de Luxembourg com seus 22 hectares de canteiros floridos, árvores, fontes, lagos, alamedas majestosas e perfeita em toda a sua estrutura para crianças, jovens, adultos e anciões.
Como opção, os brasileiros podem usufruir do hotel boutique que disponibiliza um staff para atendimento exclusivo e personalizado aos hóspedes do Brasil. Trata-se do Le Six Hotel, localizado na Rua Stanislas e instalado em um imóvel haussmaniano de 1875 que alia a arte contemporânea ao estilo parisiense e próximo a dezenas de bares, restaurantes e famosas boutiques.
Classificado na categoria 4 estrelas, o Le Six conta com uma infraestrutura completa. Além do espaço fitness e de informática, acesso gratuito à internet wireless em todo o hotel, serviço de lavanderia, reserva de carros e baby-sitter, o hotel possui o esplendido Le Six & Bar e o Le Six & SPA by Payot com tratamentos corporais e faciais, perfeitos para serem aproveitados depois de um longo dia de passeio pela cidade luz.
Roteiro Saint Germain: Sinta o verdadeiro clima de Paris!
No bairro é possível vivenciar uma Paris muito mais romântica e exclusiva, parecida com aquela dos roteiros de filmes e livros famosos.
Conheça sugestões de lugares para conhecer em Saint Germain:
Para passear: Praça de Fürstenberg, construída em 1699, e seu Musée Delacroix, atelier e casa do pintor até sua morte em 1863. E depois seguir pela Rue Jacob, com suas galerias de arte e antiquários, e pela Rue du Bac, que se destaca por suas vitrines das lojas de decoração.
Para compras: Carré Rive Gauche e no mercado gastronômico La Grande Épicerie de Paris.
Para comer: Zé Kitchen Gallery e L'Avant-Comptoir.
Para deleitar: As patisseries (confeitarias), como a Maison du Chou, La Patisserie dês Rêves, Jacques Genin e Des Gâteaux et du Pain,
Parada obrigatória: Café de Flore e Café Les Deux Magots, tradicionais e famosos cafés que eram frequentados por Picasso, Giacometti, Zelda, Fitzgerald, Sartre e Simone de Beauvoir, entre outros diversos poetas, escritores e intelectuais do século passado
Sobre Hotel Boutique Le Six
Com o conceito de hotel boutique, o Le Six está localizado na Rive Gauche, margem esquerda do Rio Sena. Em uma área tranquila e extremamente charmosa, os hóspedes têm fácil acesso aos principais pontos turísticos.
Restaurado e decorado pelo arquiteto-decorador Philippe Maidenberg, esse imóvel haussmaniano do ano de 1875 alia arte contemporânea ao espírito parisiense e dispõe de 37 quartos e quatro suítes, bar lounge com teto de vidro, hall de entrada com luz zenital (claraboia), acesso gratuito à internet wireless, room service, amenidades L'occitane, espaço business e fitness e o espetacular Le Six & SPA par Payot.
Ganhador de diversos prêmios, tais como Tripadvisor Premio Travellers' Choice e TripadvisorCertificado de Excelência por quatro anos consecutivos, o hotel está entre o Top 10 da cidade de Paris.
Atendimento à Imprensa
AtitudeCom - Estratégia em ComunicaçãoClaudia Gonçalves - claudia@atitudecom.com.br
Bruno Surian - bruno@atitudecom.com.br
Ana Luiza Kamoto - analuiza@atitudecom.com.br
T.: (11) 2311-5889 | www.atitudecom.com.br

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Ética Turismo abraça a causa dos animais, com a Ong "Anjos Protetores"

A Ética Turismo apóia essa causa e Você? Venha conosco e participe da campanha.
"Adote um animal com responsabilidade!"

Pietrina Salgado, Proprietária da Ética Turismo e vice-presidente da Abav-AP
Ajude Você também:
ONG - Anjos Protetores
CNPJ: 21.228.834/0001-29
Banco do Brasil
Agência: 3851-2
Conta: 36.341-3
"Sua contribuição fará grande diferença!"

Surfista Serginho Laos fala das novas pororocas pelo planeta.


Empresários do turismo lançam o "#PartiuAmapá", o Guia Turístico do Estado do Amapá

Surge o veículo oficial de divulgação do Amapá como destino turístico. Trata-se  da revista #Partiu Amapá - O Guia Turístico do Estado do Amapá, editada pela Associação Brasileira de Agências de Viagem no Amapá (ABAV-AP) e Sindicato das Empresas do Turismo do Amapá (Sindetur). Houve duas edições anteriores da publicação, que agora ganha uma nova marca, lincada às redes sociais da internet.
O empresário Elenilton Marques, presidente da ABAV-AP, diz que a revista será lançada oficialmente no próximo dia 24 de setembro, na abertura da 43ª ABAV Expo Internacional de Turismo, em São Paulo. "A proposta da revista é reunir não apenas as principais informações do Amapá como destino turístico, ou seja, seus atrativos turísticos, lugares, monumentos, assim como reunir informações a respeito das agências de viagem, como um guia comercial", explica.
Já Edyr Pacheco, presidente do Sindetur, afirma que como a revista ganha uma versão digital, em uma página na internet, seu horizonte se expande para além das fronteiras do estado e do país. "O Amapá é um potencial destino turístico, entre os novos destinos que o turista tanto procura, então a ideia do guia é reunir essas informações e disponibilizar tanto em meio impresso como em meio digital, pois falta mais divulgação do nosso estado lá fora", diz.
A nova edição do guia, possui 52 páginas, todas em policromia, reunindo reportagens, entrevistas, ensaios fotográficos e anúncios publicitários de agências filiadas à Abav-AP e Sindetur, bem como de entidades parceiras do turismo amapaense, como o Sebrae e a Fecomércio.

Hotelaria nacional pede regulamentação de novos modelos de serviços, anuncia ABIH

Presidente da ABIH Nacional apresentou Projeto de Lei ao senador Ricardo Ferraço
O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), Nérleo Caus, apresentou, nesta quarta-feira (9), um Projeto de Lei ao senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), em Brasília (DF), que trata sobre a importância de uma regulamentação urgente para os novos modelos de serviços disponíveis a partir do avanço tecnológico. Entre os serviços oferecidos e que afetam diretamente a hotelaria está o Airbnb.
“Saudamos o novo, entretanto numa sociedade democrática, com leis e obrigações regulatórias que normalizam nossas ações, especialmente num país com um das maiores cargas tributárias do mundo, é urgente e necessária a regulamentação desses inúmeros sites e aplicativos”, afirma Caus. “Os serviços prestados pelas novas plataformas devem estar alinhados com um tratamento igualitáriao nos campos fiscal, tributário, sanitário e de segurança ao segmento ao que se propõe atuar”, complementa o presidente.
O texto apresenta alterações aos artigo 21 e 23 da Lei 11.771/2008. Ao artigo 21, acrescenta-se o inciso 8º. “Qualquer empresa que vise exclusivamente a realizar serviços de aproximação entre clientes e meios de hospedagem, utilizando-se de qualquer meio para tal finalidade, inclusive digital”. Já, ao inciso 5º do artigo 23, inclue-se: “Equipara-se a meios de hospedagem qualquer forma de prestação de serviços de alojamento temporário, inclusive prestado por pessoas físicas”. Caus acredita que a proposta será analisada pelo Senado Federal dentro de dez dias.
O presidente da ABIH Nacional destaca que os meios de hospedagem tradicionais são responsáveis por mais de 28 mil empregos na atualidade e investimentos bilionários, que não podem ser esquecidos e desprezados pela sociedade. Segundo ele, a economia colaborativa ou de compartilhamento no turismo ainda dá seus primeiros passos no Brasil, mas é um evento que deverá se intensificar nos próximos anos.
"O compartilhamento de espaços é uma tendência mundial, já presente nas principais cidades do mundo e agora mais intensamente no Rio de Janeiro, com a realização da Copa do Mundo e das Olimpíadas 2016. Nossa preocupação é com os abusos, a concorrência desleal e a falta de fiscalização, por isso é necessário que esses meios de hospedagem sejam fiscalizados pelo poder público e passem a contribuir com a sociedade, recolhendo normalmente os seus impostos e se adequando às demais regras do mercado”, analisa.

sábado, 19 de setembro de 2015

“Houve redução de 30% da malha aérea e o Amapá perdeu 29 voos”

O Amapá depende fundamentalmente do transporte aéreo para que a economia possa girar e que atividades como o turismo possam acontecer. Para o atual presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem no Amapá (ABAV-AP), Elenilton Marques, há uma crise instalada também no setor da aviação, que acaba de anunciar um corte significativo na oferta de voos pelo país, com reflexos diretos na rota entre as cidades de Belém e Macapá, onde termina uma das rotas domésticas. Para ele, não dá para ficar chorando sobre o leite derramado, mas sim que enfrentar de frente o problema, com criatividade e força de vontade. Estratégias como a participação em feiras também podem impulsionar o turismo receptivo. Ele esteve ontem no Conexão Brasília, da Diário FM e deu suas dicas para o enfrentamento da recessão. 

Cleber Barbosa
Da Redação

Diário do Amapá – Em tempos de crise como se anuncia, dá para continuar acreditando em uma resposta do setor de turismo?
Elenilton Marques – Olha, as coisas estão difíceis mesmo, todo mundo sabe, mas a gente tem que tocar o barco né? E o turismo tem essa capacidade de sempre trazer novidades.

Diário – O senhor para presidir a Abav também tem a sua agência de viagens e acaba de abrir uma filial em Belém, a ideia é apostar nessa rota regional?
Elenilton – Exatamente, abrimos uma filial em Belém e mantemos um box no aeroporto da capital paraense, o que nos leva a fazer essa ponte aérea, digamos assim, entre Macapá e Belém, mas vale a pena, pois estamos na Amazônia e a região como um todo carece de um incremento do turismo.

Diário – Sobre essa grande expectativa em torno de um voo regular para Caiena, que a Azul começou a operar de Belém para lá, como o setor das agências de viagem vem acompanhando e até fazendo lobby para incluir Macapá nessa rota?
Elenilton – Isso, foi agora em setembro que a Azul Linhas Aéreas começou com o primeiro voo Belém/Caiena e é verdade sim que a gente tem articulado aqui junto à classe política, junto ao Governo do Estado principalmente, pois a gente tem interesse nesse voo, o mercado tem interesse, os profissionais tem interesse, enfim, a sociedade como um todo tem interesse que esse voo saia de Belém, passe por Macapá e depois vá para Caiena. A gente tem buscado alternativas junto ao Executivo e junto à própria Assembleia [Legislativa] através da Comissão de Turismo, para a gente achar uma viabilidade que possa que isso possa acontecer realmente. 

Diário – Que tipo de demanda esse voo pode atender presidente?
Elenilton – Olha, seria uma coisa muito boa para nós amapaenses, especialmente aqueles que possuem familiares morando na Guiana Francesa, como também para fortalecer o turismo tanto daqui para lá como de lá para cá. Não podemos esquecer também que para a nossa região amazônica seria muito mais prático, econômico até, que para uma viagem à Europa os passageiros pudessem sair de Caiena, fazendo conexão na capital da Guiana Francesa, pois o tempo de viagem diminuiria muito, assim como a tarifa, se compararmos com as viagens que hoje saem para aeroportos de Paris e Londres via São Paulo ou Rio de Janeiro.

Diário – Fala-se também no mercado sobre a provável entrada de outra companhia aérea brasileira nessa região do Platô das Guianas, que seria a Gol operando um voo para a capital do Suriname, Paramaribo. O que já se sabe a respeito?
Elenilton – Sim, o voo já começa a operar agora em setembro com a Gol fazendo esse novo trecho que é Belém/Paramaribo. Sabe-se que a Gol também já fez várias alianças comerciais com companhias que atuam nessa região, como a KLM, a Air France também, então há a possibilidade desse voo também fazer o trecho para Caiena e de lá possibilitar novas conexões para países vizinhos, como do Caribe, Estados Unidos ou a própria Europa como dissemos anteriormente.

Diário – E como está o setor dos voos domésticos, fala-se em alta de preços?
Elenilton – O que tem acontecido em nosso setor é que por conta da crise houve uma redução de voos no país e só aqui no Amapá a gente perdeu vinte e nove voos agora em setembro. Em consequência disso as nossas tarifas ficaram muito mais caras.

Diário – Foram vinte e nove voos cancelados ao longo de um mês, é isso?
Elenilton – Exatamente, não foram voos cancelados, mas sim voos retirados da rota Macapá/Belém/Macapá. Por conta disso a gente vai com certeza sentir dificuldade com relação aos preços que vão ficar muito mais caros, daí a nossa dica para sempre é para a antecipação de uma viagem, como uma programação para as férias, pois comprar com bastante antecipação o preço vai ficar mais em conta. Então a gente vive essa expectativa de um aperto mesmo em nosso setor.

Diário – Trata-se de uma redesignação de voos, é isso? 
Elenilton – Foi uma readaptação da malha aérea. Mas que não foi mudada apenas para Macapá, mas a nível nacional também houve uma redução de 30% da malha aérea, um enxugamento dos voos em função da baixa taxa de ocupação das aeronaves, ou seja, tinha menos pessoas viajando no período, por conta também dos preços, empurrados pela alta do dólar, enfim, uma conjugação de fatores que afetou muito o setor. E em Macapá não é diferente, a gente tem sentido também. Para citar um exemplo, a nossa relação com o turismo tem mais um aspecto de negócio, ou seja, as pessoas vem muito ao Amapá para fazer negócios e por conta também de alguns problemas que a gente teve aqui, como o acidente com o porto, o fechamento de mineradoras, enfim, tudo isso afeta o turismo, pois essas pessoas mesmo que viagem a negócios, também fazem turismo, acessam os nossos serviços turísticos, hospedam-se em nossos hotéis, comem nos restaurantes, usam táxi, locadoras, enfim, geram essa renda e que acaba afetando a nossa economia como um todo. 

Diário – E como reagir, presidente o que dá para fazer?
Elenilton – A gente tem que estar muito antenado, temos que tentar desenvolver outras formas, ser criativo mesmo. A gente já percebeu que no Brasil o turismo é o centro do negócio como um todo, sabe? Para que se possa fazer o turismo é preciso que se tenha a infraestrutura adequada, assim como os serviços, as políticas públicas também, seja uma boa educação, a rede pública de saúde, assim como uma boa internet, as ruas tem que ser asfaltadas, então o turismo depende de tudo isso. Se a gente tiver essa infraestrutura toda funcionando com certeza teremos mais visitações.

Diário – E com os nossos atrativos turísticos também bem conservados e acessíveis, não é?
Elenilton – Sim, claro, temos várias atrações turísticas em nosso estado e o carro-chefe acho que é o ecoturismo, pois temos as nossas belezas naturais, temos o equinócio, o carnaval que também é sempre muito grande e que atrai muitos turistas de fora, até internacionais, como da Guiana Francesa. Então temos que saber aproveitar e valorizar esses atrativos, pois isso representa realmente esse dinheiro chegando aqui com os turistas e que vai ajudar o estado a se desenvolver, fazendo girar a roda da economia, como se costuma dizer.

Diário – Então é mais que apropriado o estado enviar uma delegação para a 43ª ABAV, a Expo Internacional de Turismo em São Paulo, dia 24. Como está esse programação?
Elenilton – Pois é, isso é o que chamamos nas estratégias do turismo de promoção e marketing. Participar de eventos como esse, a maior feira de turismo do continente, é muito importante e estamos apostando muito na ABAV deste ano, tanto que nossa delegação está em torno de 60 pessoas, entre empreendedores, agentes de viagem, guias, assim como dançadoras do marabaixo e os técnicos do estado, por meio da Secretaria de Turismo, que manterá um estande no centro de exposições do Anhembi. Vamos vender o destino Amapá lá para todo mundo!

Perfil...

Entrevistado. O empresário Elenilton Marques da Silva nasceu em Tucuruí (PA) mas mudou-se ainda pequeno para Macapá (AP). Tem 35 anos de idade, possui bacharelado e licenciatura em Geografia, pela Universidade Federal do Amapá (Unifap) e especialização em Geoprocessamento, pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA-AP). Ingressou por concurso público na Eletrobras, estando lotado nas Centrais Elétricas do Norte do Brasil (Eletronorte). Abriu, há dez anos, junto com sua família a Poroc Turismo, uma conceituada agência de viagens de Macapá e que acaba de abrir filial em Belém do Pará. Assumiu em novembro de 2013 a presidência da Associação Brasileira de Agências de Viagem no Amapá (Abav-AP). 

Agência amapaense Ética Turismo inova e quer ser opção também na internet

CRUZEIROS MARÍTIMOS
PACOTES ONLINE
SEGURO VIAGEM












A Etica Tour é uma agência que trabalha com uma proposta diferenciada no mercado: Atendimento personalizado ao cliente.
Ao entrar em contato conosco você será atendido por pessoas que realmente conhecem o assunto, sendo informado sobre os melhores destinos, os melhores hotéis e os preços mais baixos, além de locais para diversão e entretenimento. Tudo de acordo com o seu gosto e o seu bolso.
Nossa equipe é composta de profissionais competentes e totalmente qualificados na área, além de uma estrutura organizada e preparada para receber bem e satisfazer suas necessidades. Nossa missão é trabalhar para que o cliente desfrute da satisfação de viajar em sua plenitude.
Entre os serviços oferecidos pela Etica Tour podemos destacar:
  • Sistema "on line" de reservas e emissões de passagens aéreas nacionais e internacionais com todas as companhias aéreas.
  • Sistema de emissão de bilhete eletrônico ("e-ticket") com todas as companhias aéreas que dispõe dessa modalidade de serviços.
  • Sistema de reservas e informações de hotéis no Brasil e exterior
  • Aluguel de veículos no Brasil e exterior
  • Serviços de traslados aeroporto/hotel/aeroporto, "city tour" e passeios específicos de interesse.
  • Preparação de pacotes de viagens nacionais e internacionais, individuais, para famílias, grupos de pessoas e empresas em geral.
ETICA TURISMO VIAGENS RECEPTIVOS LTDA - ME
CNPJ: 16.604.411/0001-26
AV ALMIRANTE BARROSO / Nº 836 A
MACAPA , CEP: 68.900-041
Tel.: (96) 32424158 / (96) 99164-6480

Portugal levará música, golfe, arquitetura e sol e mar à 43ª ABAV Expo

Participando este ano com um estande de 300 metros quadrados, com integração na rua com o estande da TAP, o Turismo de Portugal propõe um brinde ao destino com sua presença  nesta 43ª ABAV – Expo Internacional de Turismo. Especial destaque será dado a temas como a música, o golfe, a arquitetura e o sol e mar, por meio da exposição de quatro taças de vinho gigantes com imagens alusivas a esses temas , que prometem surpreender os visitantes do estande, localizado na Rua H/51.
Dando forma ao conceito “visitportugal and share it”,  que tem sido utilizado na comunicação do destino nos últimos dois anos, o percurso pelo estande será um apelo à visita ao destino e à partilha dessa experiência nas redes sociais.  Nesse percurso o visitante terá oportunidade de experimentar o equipamento “Selfiematon” através do qual poderá tirar uma fotografia num cenário português da sua preferência, levar consigo uma recordação do momento, partilhá-la nas redes sociais e habilitar-se a alguns prêmios que serão sorteados ao longo da feira. O visitante poderá ainda participar das atividades de degustação que serão promovidas no estande.
A 43ª ABAV – Expo Internacional de Turismo se realizará entre os dias 24 e 26 de setembro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, simultaneamente ao 44º Encontro Comercial Braztoa, o Abeta Summit e a Ilha Corporativa – Encontro de Negócios Abracorp. As inscrições para hosted buyers nacionais e internacionais, bem como para a visita de profissionais do setor seguem abertas e podem ser feitas diretamente no site da feira: www.abavexpo.com.br.



43ª ABAV - Expo Internacional de Turismo

Promoções imperdíveis no portal "Hotel Urbano"


Rio de Janeiro, RJ - Caixa Postal: 37911
Para garantir que irá receber nossos e-mails adicione contatohu@hotelurbano.com.br à sua lista.

Casal de Macapá realiza sonho de casar com cerimônia em um Shopping

Sexta-feira, dia 18, será uma data importante para os noivos Paulo César e Érica Gonçalves, pois o casal fará seus votos matrimoniais com o casamento dos sonhos num lugar bem inusitado: na praça de alimentação do Shopping Amapá Garden, às 19h.

Os noivos são os vencedores da mega promoção “Quero Casar no Garden”, onde Paulo César foi selecionado pelos jurados com a melhor declaração de amor feita à futura esposa, diante dos clientes e torcida de amigos. Como prêmio, o casal teve direito aos trajes, decoração, estrutura de som e iluminação, alianças, preparativos de beleza para os noivos, bolo e mesa de doces com champanhe.

Toda a estrutura será montada pelo o Amapá Garden Shopping em parceria Rádio 93FM, Fábrica de Sonhos, Flor de Lis, Destak Produções, Salão Realce e Veruska Jóias, que tornarão realidade o casamento dos sonhos.
Assessoria de Imprensa do Amapá Garden Shopping
Flávia Fontes
96 98112 9431

São Paulo: a capital dos festivais e semanas gastronômicas

São Paulo, 18 de setembro de 2015 - A gastronomia da cidade de São Paulo aparece em destaque quando analisados os motivos que levam as pessoas a visitarem a capital. Um levantamento realizado recentemente pelo Observatório de Turismo e Eventos, núcleo de pesquisas e inteligência de mercado da São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos), no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, mostrou que cerca de 70% dos turistas nacionais e internacionais ocupam o tempo na metrópole com a gastronomia.

A constatação não é por acaso. Além das diversas opções de bares, restaurantes, lanchonetes, cafés e padarias, a cidade é sede de importantes e atrativos festivais e semanas gastronômicas que agradam aos diferentes paladares. Diante disso, reunimos os principais eventos que simbolizam os festivais ou "weeks" na cidade, para facilitar a vida do visitante ou do paulistano que deseja ficar por dentro da programação gastronômica.

Semanas temáticas e festas populares 

Até o dia 27 de setembro, São Paulo recebe o Coffee Week. Os estabelecimentos participantes oferecem duas opções de combos com preços fixos (R$7,99 e R$12,99) e também estão programadas algumas degustações gratuitas que podem ser conferidas na agenda de degustações

Os amantes de sanduíches não podem perder o festival Sanduweek, que também vai até o dia 27 de setembro. Os participantes criam duas receitas inéditas, uma da categoria Street Food com preço fixo de R$15 e outra da Freestyle. 

A partir do dia 20 de setembro (domingo), a capital recebe o Boteco Week. Esta quinta edição, que vai até o dia 29 de setembro, terá combinações lacto-vegetarianas. 

Aos que estão ansiosos pelo Restaurant Week, a semana chega a São Paulo no dia 28 de setembro e segue até o dia 11 de outubro. O festival estabelece preço fixo às refeições do almoço e do jantar e elas são formadas por entrada, prato principal e sobremesa. 

São Paulo também está sediando, no bairro da Mooca, durante todos os finais de semana até 4 de outubro, a partir das 18h, a Festa de San Gennaro. Os visitantes podem saborear pratos típicos italianos e se divertir com as atrações. A festa acontece na Paróquia São Januário. 

No fim do ano, a metrópole também vai receber a sexta edição do festival Tapas Week, entre os dias 7 e 23 de novembro. Durante este período, 16 bares e restaurantes com especialidades espanholas e mediterrâneas vão preparar um menu de degustação exclusivo de tapas no valor de R$49,90. 

Além disso, a cidade já recebe outros eventos gastronômicos, como o Chandon Week, festival que acontece no mês de março na capital paulista. O evento visa oferecer a um preço especial a degustação de quatro variedades dos seus espumantes: Réserve Brut, Brut Rosé, Riche Demi-sec e Passion. 

Em maio, paulistanos e visitantes puderam desfrutar de receitas inéditas preparadas por lanchonetes, restaurantes e hamburguerias para o Burguer Fest. Entre abril e maio, a cidade também participou do concurso Comida di Buteco, que adotou o tema Frutas, apresentando 500 petiscos. Há outras festas populares de rua, como a Achiropita, São Vito e Brooklyn Fest, sempre com comidas típicas deliciosas.

As semanas e festivais são oportunidades de conhecer novos sabores e de desfrutar novos ambientes gastronômicos. É por essas e outras que São Paulo é reconhecida como a capital gastronômica do Brasil. 

Informações à imprensa:
Gerência de Comunicação - São Paulo Turismo (SPTuris)
Lilian Natal, Beatriz Oliveira e Marcelo Iha
Contato: (11) 2226-0409 / 0679 / 0420 - imprensa@spturis.com 
Sala de imprensa: www.imprensa.spturis.com.br 
Pedido de fotos: fotos@spturis.com 
Visite: www.spturis.com | www.cidadedesaopaulo.com | www.anhembi.com.br