Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

INTERCÂMBIO | Acadêmicos em viagem de estudos à Colômbia

Três jovens amapaenses relatam experiências de vida durante uma viagem de intercâmbio à Colômbia, um ilustre desconhecido para quem chega, mas um país atraente para quem passa a conhecer. 


Por Cleber Barbosa
Editor de Turismo

A decisão de cursar Relações Internacionais, um dos novos cursos implantados na Universidade Federal do Amapá (Unifap), pressupõe que seus alunos tenham pré-disposição a viajar, conhecer novos lugares, novas culturas. Foi o que aconteceu com três jovens acadêmicos que acabam de retornar do que definem como “uma experiência de vida”, durante os seis meses de intercâmbio na Colômbia. Ariane Borges, 21, Jorge Vaz, 22 e Camila Santos, 21, dizem que valeu muito a pena todo o sacrifício da separação da família, dos amigos e também do lugar onde nasceram, mas o que viveram lá os credencia a seguir a carreira.
Jorge é direto quando perguntado sobre qual direcionamento pretende dar à profissão (está no oitavo semestre): comércio exterior. “A gente retorna ao Amapá exatamente quando a Zona Franca Verde está sendo implementada, o que nos motiva a buscar essa qualificação, pois certamente muitas possibilidades se abrem agora, assim como com o estreitamento da cooperação com países vizinhos, do Platô das Guianas e porque não dizer do Caribe e Antilhas”, diz.

ESTUDOS
Os três acabaram ficando em cidades separadas na Colômbia, pois a bolsa era para universidades diferentes. A Unifap ajudava nas despesas com R$ 3,6 mil para todo o semestre; as universidades locais aportavam $ 936 mil pesos colombianos, o equivalente a R$ 700. “A gente acaba contando muito com a ajuda de nossos pais, mas toda vez que precisávamos sacar dinheiro lá saíamos perdendo para o cambio”, conta Jorge. Ele ficou num quarto numa espécie de residencial estudantil, em Tunja, no litoral. Ele já tinha viajado pelo curso para Caiena, Paramaribo e Georgetown, na região do Platô das Guianas, mas diz ter adorado a Colômbia.

“A Colômbia é um país surpreendente”, diz a acadêmica Ariane.

Muita gente pode até se perguntar: “Mas o que tem na Colômbia?” Sim, pois durante décadas o país ficou conhecido mundialmente apenas por ser produtor de drogas e também sede das FARC, as chamadas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia. Só que a acadêmica Ariane diz que  os conflitos armados são bem pontuais e que a Colômbia é um destino turístico com enorme potencial para ser destaque no Continente. “A Colômbia é um país surpreendente, pois é muito rico do ponto de vista cultural e de grande diversidade natural, pois para se ter uma ideia existe neve de um lado e praias quentes de outro”, revela a moça, que lembra também das oscilações de temperatura nas viagens que fez pelo país.
E ela ainda descreve outra vantagem comparativa de lá. “Muita gente não sabe mas a Costa da Colômbia também faz parte do Caribe, possui mar transparente e não custa tão caro como outros países caribenhos, como Bahamas, Jamaica e República Dominicana, que são destinos mais consolidados e que recebem bem mais turistas  durante todo o ano”, compara.
Ela diz que é possível observar que existe uma política de estado voltada ao incremento do turismo, tanto que a receptividade das pessoas é muito grande com os turistas estrangeiros. “Desde o taxista, passando pelos garçons, enfim, as pessoas sabem valorizar o fato de que o turismo é uma atividade econômica e que pode ajudar o país. A gente percebe que todos lá parece querer mostrar o outro lado, uma nova imagem, para que os visitantes saiam falando bem do país deles e que possam voltar ou até mesmo recomendar que outras pessoas viagem para lá”, analisa a estudante amapaense.
Ariane foi destaca para estudar em Bogotá, a capital do país. Ficou hospedada em um pequeno apartamento e disse ter usado o transporte público local que é simples e confiável. “A gente também viajou muito de ônibus, mas as passagens de avião não são tão caras como aqui no Brasil”, compara.

GEOGRAFIA
Ainda sobre a diversidade natural da Colômbia, Ariane explica que a Cordilheira dos Andes também corta o território colombiano e desta forma existem chalés para temporada e até estações de esqui. Perguntada sobre uma dica de passeio, não hesita ao apontar a cidade de Cartagena. “Escondida entre muralhas, a cidade reúne em um mesmo lugar o passado colonial da região, que lhe rendeu o título de Patrimônio Mundial da Humanidade, e um litoral de tons, aromas e sabores que agrada a todos”, derrete-se a estudante. A Colômbia possui voos diários para o Brasil, via São Paulo, com duas a horas a menos que o fuso de Brasília. Sua população é de 48 milhões de habitantes, a moeda é o peso e turistas brasileiros não precisam de visto para entrar.

IDIOMA
Adura rotina de estudos nos seis meses que os estudantes amapaenses tiveram na Colômbia incluía jornada dupla de estudos. Pela manhã, as aulas de idioma que eles frequentavam na companhia de outros acadêmicos estrangeiros e à tarde aulas na Universidade. “Eu até tinha uma base de espanhol que já havia estudado antes de ir para lá, só que o convívio nos proporciona contato com as gírias que usam muito e que atrapalham bastante, como chamar uma semana de ‘oito dias’. Então quando eu tinha que entregar um trabalho, pensava que era no oitavo dia, mas os professores esplicavam que não, era no sétimo dia, pois para eles semana é oito dias. Muito estranho né?”, indaga Jorge.

ÁGATA
O rapaz diz que pretende fazer um mestrado em comércio exterior. Já Ariane planeja se especializar em defesa do estado. Os dois apontam o professor Paulo Gustavo, que é pró reitor de Cooperação e Relações Interinstitucionais da Unifap, como seu grande mestre e incentivador. “Foi a partir de seu trabalho, juntamente com os demais membros do colegiado de relações internacionais, que os intercâmbios começaram e estão se multiplicando. Até a Austrália poderá entrar nessa parceria com a nossa universidade. Foi publicado um edital e todos puderam concorrer. Eu, a Ariane e a Camila fomos os três primeiros colocados e assim pudemos ir para essa viagem à Colômbia”, explica o acadêmico Jorge.

MONTANHAS
Falando à Revista Diário, o professor Paulo Gustavo diz que o processo de internacionalização tem a mobilidade como um dos grandes focos. “Mas você tem a construção de projetos conjuntos, o desenvolvimento de artigos científicos conjuntos, a busca por recursos para pesquisa internacional conjunto, então a ideia é a gente ter uma conexão com outras instituições em duas frentes: a primeira são as grandes universidades que a gente pode se aproximar e ser um espaço para pesquisa, para material, para biblioteca, para fazer doutorado, para pós-doutorado, enfim, mais voltados para essa relação da pesquisa.
A pró-reitoria que Gustavo coordena é algo recente, mas que já produz muito resultados para a academia amapaense. “Foi se percebendo a necessidade de termos um setor na universidade que cuidasse especificamente dessas cooperações, desses tratados, dessas aproximações e a partir da abertura do MEC para a possibilidade de ter novas pró reitorias. Essa foi uma das escolhidas ainda dentro da gestão do professor Tavares”, recorda o professor.
Ariane, Jorge e Camila foram para a Colômbia exatamente no período que uma greve na Unifap fez com que o semestre para quem ficou aqui praticamente se perdesse.

TURISMO | Nascer do sol em Macapá

A imagem de um novo dia raiando é uma das mais belas manifestações da generosidade do Criador para com os amapaenses.
Ao lado da Fortaleza de São José de Macapá, pontualmente às 6h28 da manhã, o astro-rei surge imponente para iluminar a capital do Amapá e sensibilizar as pessoas que apreciam a natureza.
Por Cleber Barbosa
Para a Revista Diário

Certa vez uma turista gaúcha que encontrou o forte calor de Macapá definiu assim a origem do ‘bafão’ que se tem na cidade: “Aqui faz sol o ano inteiro e o único lugar que faz sombra é debaixo da linha do Equador, mas ela é imaginária...” Mas o fato é que quando o sol se põe a temperatura muda bastante, impulsionada pela brisa que sopra em abundância na capital do Amapá, especialmente na beira do maior rio do planeta, o Amazonas. Só que de uns tempos para cá, turistas e moradores da cidade passaram a observar uma outra atração local: o nascer do sol.
Quem costuma acordar cedo para a prática saudável das caminhadas, corridas ou mesmo exercícios físicos na orla de Macapá, certamente já se deparou com este verdadeiro espetáculo da natureza. O sol nasce no Leste, então como Macapá tem como seu limite nessa direção apenas o rio-mar, a visão o astro-rei surgindo das águas é simplesmente maravilhosa.
Entre os principais pontos para a contemplação desta cena, está o Parque do Forte, o popular Lugar Bonito. Dali, tendo a imponência da Fortaleza de São José de Macapá, como testemunha, é possível perpetuar a imagem fazendo belas fotos, como essa do fotógrafo MR. Fonseca, que foi de enorme sensibilidade e felicidade no registro. A mensagem que fica é para que todos os que moram em Macapá possam olhar mais para esses detalhes e valorizar cada vez mais a cidade que Deus nos deu e que devemos saber cuidar.

CURIOSIDADES
Em Macapá, o sol nasce pontualmente às 6h28, o que se chama de ICMN (Início do Crepúsculo Matutino Náutico). Duas vezes por ano, dia e noite tem exatamente  a mesma duração: 12 horas. São os dias do fenômeno natural do Equinócio, que ocorre em março e em setembro, dando início a duas novas estações climáticas no planeta. Em Macapá esse fenômeno pode ser visto a olho nu no Monumento do Marco Zero do Equador, que costuma lotar nessas datas especiais.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Portadores de diabetes têm 30% de chance de desenvolver insuficiência renal

Diabetes é a segunda causa de doença renal crônica no Brasil
O diabetes, doença que atinge cerca de 415 milhões de pessoas ao redor do mundo e cerca de 13 milhões de brasileiros é a segunda maior causa de doença renal crônica. De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, 30% dos portadores do Diabetes tipo 1 e entre 10 a 40% dos diabéticos do tipo 2 podem apresentar problemas renais. No mundo, o diabetes já é a principal causa de doença renal crônica.

A obesidade é um fator de risco para a doença renal crônica, deixando ainda mais suscetível a problemas renais os diabéticos que estão acima do peso ou que já sejam considerados obesos. Hipertensos e aqueles com histórico familiar de problemas renais devem se manter vigilantes quanto ao bom funcionamento dos rins. O papel do nefrologista no acompanhamento do paciente com diabetes é de fundamental importância para prevenir a manifestação de doenças renais e para garantir a detecção precoce dos mínimos sinais de comprometimento do órgão responsável pela filtragem do sangue. O diagnóstico precoce possibilita que os órgãos não sejam completamente comprometidos, evitando a necessidade de terapias renais substitutivas, como hemodiálise ou transplante renal.
Por isso, o Centro de Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, que oferece atendimento multidisciplinar ao paciente diabético, alerta sobre a importância do acompanhamento periódico da função renal. De acordo com a Dra. Carmen Tzanno, nefrologista da Instituição, os exames laboratoriais, como o de sangue para dosar a creatinina, o exame de urina para detectar a presença da proteína, e o ultrassom renal, são recomendados na avaliação do bom funcionamento dos rins. “É importante que o diabético realize o acompanhamento periódico da função renal, já que a presença de proteína na urina é um dos primeiros sinais de que os rins estão sendo acometidos pela doença”, afirma a especialista.

A especialista alerta que a nefropatia diabética pode se manifestar alguns anos após o paciente ser diagnosticado com diabetes. O comprometimento da função renal não apresenta sintomas e os danos são irreversíveis, podendo chegar à insuficiência renal crônica, que ocorre quando há a falência total de ambos os rins, levando o paciente ao processo de terapia renal substitutiva, seja diálise ou transplante renal.

Proteger e adiar Mesmo os pacientes que já apresentam insuficiência renal podem retardar e até não evoluírem para a terapia renal substitutiva. O acompanhamento médico regular e o controle dos índices glicêmicos, de pressão arterial, de peso, da dislipidemia e o uso de drogas para controle da proteinúria, podem adiar em alguns anos o início da hemodiálise. “A aderência do paciente e a ausência de comorbidades são determinantes para o paciente retardar sua entrada em diálise”, afirma a nefrologista do Centro de Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Sobre o Hospital O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, um dos melhores centros hospitalares da América Latina, é referência em serviços de alta complexidade. Fundado em 1897 por um grupo de imigrantes de língua alemã, o Hospital possui uma das maiores casuísticas do país e concentra seus esforços na busca permanente da excelência do atendimento integral, individualizado e qualificado ao paciente, além de investir fortemente no desenvolvimento científico, por meio do ensino e da pesquisa. Com mais de 96 mil m² de área construída, o Hospital dispõe de 327 leitos de internação, 21 salas de cirurgia, 44 leitos na Unidade de Terapia Intensiva e Pronto Atendimento 24 horas. Além disso, oferece uma das mais qualificadas assistências do país e Corpo Clínico renomado, para que os pacientes tenham acesso aos mais altos padrões de quali dade e de segurança no atendimento, atestados pela certificação da Joint Commission International (JCI) – principal agência mundial de acreditação em saúde.

Hospital Alemão Oswaldo Cruz – www.hospitalalemao.org.br
Informações para a imprensa
Conteúdo Comunicação
Maria Teresa Moraes

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Mineradora Zamin Amapá é afastada do processo de recuperação judicial do Sistema Amapá

ABANDONO | Essa imagem recente mostra bem o estágio de desolação no parque industrial da Zamin, no Amapá.

O projeto de exploração de minério de ferro que tentava ser resgatado pela mineradora Zamin Amapá passou por uma importante mudança de controle no gerenciamento do projeto, cujas minas estão em Pedra Branca do Amapari. O juiz Marcelo Barbosa Sacramone, da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais, de São Paulo, determinou o afastamento Zamin e a habilitação de um investidor no acordo, que passará a gerir o chamado Sistema Amapá.
Agora será a Internovia Natural Resources quem exercerá a função de gestora dos negócios no Amapá. O acordo com o termo de compromisso foi assinado nesta segunda-feira (02), às 10 horas da manhã. A decisão tem 48 horas desde então para ser cumprida.
A empresa entrou com um processo de recuperação judicial, mas não vinha cumprindo as bases do acordo, que previa, entre outras coisas, a atualização dos pagamentos de funcionários e fornecedores, bem como a retomada das atividades industriais.
A Justiça havia designado o advogado  Kleber de Nicola Bissolatti como Administrador Judicial, na prática uma espécie de observador ou fiscal, que acompanhava todas as etapas de tentativa de sanear o projeto. Mas ele relatou que pouca ou quase nada mudou desde então.
Sob protestos de funcionários e ex-funcionários, a Zamin sofreu enorme desgaste perante a opinião pública.

MUDANÇA
De acordo com informações reveladas pelo Administrador Judicial, a Recuperação Judicial da Zamin estava sendo prejudicada pela ausência de efetiva consideração dos interesses programados, revelando negligência do controlador e da gestora. “Em primeiro lugar, a própria controladora reconheceu sua incapacidade financeira e administrativa, outorgando a gestão da Recuperanda à investidora Aurum, por meio de Contrato de Gestão não aprovado pelos acionistas minoritários”, escreveu o Administrador.
Além disso, segundo Kleber Bissolattios, os empregados da Zamin não estão sendo pagos e a segurança da mineradora está totalmente comprometida, o que leva à ocorrência de uma série de roubos e furtos, prejudicando os credores, que contam com a integridade do patrimônio da Zamim para a satisfação de seus créditos.
A Aurum, em carta enviada à Internovia em 01.01.2016, confessou que a situação é crítica e que o Projeto Amapá enfrenta notórias dificuldades e tem necessidade de recursos financeiros para o pagamento de despesas.
O próprio Administrador Judicial também não está recebendo sua remuneração, embora já tenha se deslocado duas vezes até o Estado do Amapá, para fiscalizar "in loco" as atividades de mineração e de escoamento da produção por ferrovia e porto.
Diante das graves omissões acima apontadas, que comprometem a preservação da empresa e o objetivo do processo de recuperação, o juiz Marcelo Sacramone disse não vislumbrar outra solução se não o afastamento da ZAMIN AMAPÁ BRASIL S/A e da AURUM MINING PTE LTD do controle e da gestão da Zamin, com fulcro no art. 64, IV, "c" da Lei 11.101/2005.
No que tange aos efeitos do afastamento, impõe-se a nomeação de um substituto, que exercerá a função de gestor judicial. Segundo a lei, a nomeação deveria recai sobre o administrador judicial, "enquanto a assembleia geral não deliberar sobre a escolha" (art. 65, par. 1º).
Ainda de acordo com o magistrado, mostra-se absolutamente inviável que o Administrador Judicial, com equipe sediada em São Paulo, exerça as atividades de gestor judicial no Amapá, onde, evidentemente, encontra-se o principal estabelecimento da devedora. “Por outro lado, considerando que há interesse de acionista minoritária em assumir a função, dispondo de capacidade financeira e operacional, nomeio provisoriamente como gestora judicial da Recuperanda a sociedade INTERNOVIA NATURAL RESOURCES, que deverá assinar termo de compromisso em 48 horas”, sentenciou o juiz.
O acordo foi assinado hoje e agora é esperada a chegada do novo controlador do negócio para comunicar a decisão a autoridades do estado e também aos colaboradores.

Muito Além do Design: Banheiras Freestanding são apostas de hotéis brasileiros

Tendência em hotéis ao redor do mundo, as banheiras freestanding oferecem, além do design diferenciado, um custo-benefício bastante vantajoso, como a durabilidade, instalação sem obra e facilidade na manutenção. Os modelos já são apostas de hotéis brasileiros, como o Boutique SPA Casas Brancas, no Rio de Janeiro e do Laghetto Viverone Moinhos, em Porto Alegre, que possuem em suas suítes, banheiras da Doka Bath Works.

Muito utilizada em hotéis internacionais, as banheiras freestanding viraram a aposta na hora de decorar as suítes de hospedagens brasileiras. Elas oferecem vantagens que vão muito além do design diferenciado, como uma instalação fácil e rápida sem a necessidade de obras, podem ser colocadas em qualquer lugar do cômodo e possuem uma durabilidade muito maior. Além disso, os modelos da Doka Bath Works, empresa especializada na comercialização de banheiras de alto padrão, são fabricadas em Quarrycast, uma rara rocha vulcânica misturada à resina que, além de proporcionar um brilho intenso ao produto, não amarelar com o tempo, não riscar e mantém a temperatura da água por muito mais tempo, o que garante ao empreendimento ter um produto com aparência permanente de novo e a liberdade de posicioná-lo próximo a janelas ou em áreas externas sem preocupações. 

O hotel brasileiro, Laghetto Viverone Moinhos, que se tornou referência em Porto Alegre por estar situado em uma mansão tombada como Patrimônio Histórico, apostou na banheira para oferecer um espaço mais elegante ao local. O gerente de comercial e marketing do local, Carlos Augusto Agertt, conta que o modelo Ravello, da Doka, foi colocado na suíte principal, a New York, encantando os hospedes com a integração da banheira no quarto, além de ser um investimento vantajoso para o hotel. “Esse tipo de banheira atrai o cliente que busca uma suíte mais sofisticada e nos dá uma segurança maior. É um modelo que possui uma longa durabilidade e, se necessário, fácil manutenção. Se uma banheira de alvenaria quebra, preciso fechar a suíte por dias para poder arrumar, o que não acontece com a banheira freestanding”, afirma.


Outro hotel que investiu em um modelo freestanding foi o Boutique SPA Casas Brancas, em Búzios, no Rio de Janeiro. A suíte Júnior possui o modelo de banheira Como, da Doka. Com linhas futurísticas, a peça atribui maior requinte ao ambiente proporcionando um banho muito mais confortável, devido ao seu material de fabricação, o Quarrycast. A peça é a “cereja do bolo” da suíte, sendo um chamariz na hora de conquistar clientes.

Doka ao redor do mundo
O hotel Watergate Bay, localizado no Reino Unido, apostou nas banheiras Mônaco e Marlborough para compor a decoração dos apartamentos. Com traços elegantes e designs diferenciados, as peças, que possuem o conceito freestanding, ou seja, não necessitam de alvenaria e podem ser instaladas em qualquer cômodo, ganharam grande destaque entre a mobília dos quartos e contribuíram para um local mais intimo e acolhedor, além de garantirem aos hóspedes sempre uma banheira com aparência de nova, devido à qualidade da matéria-prima.  
A banheira da DOKA também foi escolhido pelo El Questo Wilderness Park, da Austrália. Desta vez, a escolhida para compor o quarto foi a Napoli. O modelo possibilita banhos de imersão, oferecendo banhos muito mais relaxantes. Além disso, ela traz linhas ovais de acordo com as últimas tendências em design de banheiras e produtos para banheiro.

Conheça os modelos:
Banheira Mônaco – Com design minimalista, a peça possui toques modernos e linhas futurísticas que descem graciosamente ao piso. Produzida em Quarrycast, material desenvolvido com uma rara rocha vulcânica, a banheira tem como cor natural o branco, e por isso, não perde seu brilho e nem amarela. De fácil instalação, proporciona um legítimo SPA em casa. 
Marca: Doka Bath WorksModelo: Banheira Mônaco
Preço: R$ 11.550,00
Onde encontrar:www.banheirasdoka.com.br

Após levar 'tombo' de Eike, mineradora Anglo American está deixando o Brasil

Deu na coluna do jornalista Ancelmo Góis, de O Globo: a mineradora Anglo American, uma potência mundial, estaria deixando o Brasil. A gota d'água seria um 'tombo' que ela levou do empresário brasileiro Eike Batista, de quem comprou o Sistema Minas-Rio e o Sistema Amapá junto Pa MMX Mineração, de propriedade do ex-bilionário.

A seguir, a íntegra da nota do colunista:

POR ANCELMO GOIS
Bye, bye, Brasil
A mamute e centenária mineradora Anglo American receberá propostas, dia 15, para vender todos os ativos no Brasil, e não só os de fosfato e nióbio.
Estão à venda: Minas Rio, de minério de ferro; Barro Alt, de níquel; e Coperbras, de fosfato e nióbio.
Negócio de US$ 3 bilhões.
Tombo bilionário...
Só a Minas Rio, que a Anglo comprou de Eike Batista, em 2007, deve ter enterrado uns US$ 15 bi.

sábado, 30 de janeiro de 2016

“A proteção à saúde do trabalhador vale também para o serviço público”.

Dr. Benones. As lições do especialista em identificar  se nos ambientes de trabalho há riscos de doenças ocupacionais.
As relações de trabalho não podem deixar de lado um importante segmento que deve integrar a estrutura orgânica de empresas da iniciativa privada, que é o setor de medicina e segurança do trabalho. A missão é combater as doenças ocupacionais e os acidentes de trabalho. O médico Benones de Carvalho foi sabatinado ontem (20) pelo programa Conexão Brasília, na rádio Diário FM, oportunidade em que deu mais detalhes sobre essa atividade, que possui legislação própria. O especialista faz um alerta a respeito da extensão dessas medidas protetivas, que devem ser observadas também no serviço público, pois ele diz que algumas atividades de servidores públicos estão tanto ou até mais expostas a riscos ocupacionais, seja por insalubridade, seja por risco de morte mesmo. A seguir os principais trechos da entrevista. 

Cleber Barbosa
Para o Diário do Amapá

Diário do Amapá – Geralmente o primeiro contato de um trabalhador de uma empresa é exatamente com a medicina do trabalho, nos chamados exames pré-admissionais. Isso é regra?
Dr. Benones Carvalho – Exatamente. Existe uma legislação específica no Brasil que determina que todos os funcionários celetistas, ou seja, aqueles regidos pela CLT [Consolidação das Leis do Trabalho] antes de adentrarem em qualquer empresa eles passem inicialmente por um exame ocupacional onde será avaliado se esses trabalhadores, esses candidatos a determinada vaga, estão aptos para exercer a função dentro daquele local para o qual foram selecionados e o médico do trabalho irá avaliar se aquela função está adequada para ele.

Diário – Essa é a condição?
Dr. Benones – Exatamente, pois quando um trabalhador entra numa empresa deve entrar com uma saúde compatível com a função que ele vai exercer e ao sair também ele deve estar com as mesmas condições de saúde de quando entrou na empresa.

Diário – E no decorrer do período em que esse trabalhador tem vínculo com essa empresa com que periodicidade ele deve retornar ao consultório do médico do trabalho doutor?
Dr. Benones – Veja bem, a legislação estabelece uma determinada periodicidade para os exames ocupacionais serem feitos, ou seja, depois que o indivíduo entra na empresa periodicamente eles tem que ser avaliado pelo médico do trabalho para verificar se ele durante seu labor desenvolveu alguma doença relacionada com aquele trabalho. Isso a gente chama de exame periódico que deve ser feito a cada período de um a dois anos levando em consideração os riscos ocupacionais e a idade do funcionário, como determina a legislação.

Diário – Existem casos de trabalhadores que alegam ter adquirido uma doença ocupacional, mas por outro lado o empregador se defende dizendo que fornece o EPI [Equipamento de Proteção Individual], mas o funcionário se recusa a utilizar. Como se resolve isso doutor?
Dr. Benones – Essa é uma constante briga que existe entre os funcionários e os técnicos de segurança do trabalho. Os EPI’s são obrigatórios por lei em todo local que existe risco ocupacional. Um local onde tem poeira, por exemplo, obrigatoriamente tem que usar máscaras, pois o local é insalubre. Mas antes disso é preciso tomar todas as medidas possíveis para tornar aquele ambiente fique isento de poeira, utilizando de equipamentos de proteção coletiva, que seria usar coifas, aspiradores de ambiente, enfim, mas quando isso não é possível se parte para os equipamentos individuais.

Diário – Que muitos trabalhadores alegam não gostarem de usar.
Dr. Benones – Esses EPI’s na maioria das vezes realmente são muito incômodos, mas o fato de serem incômodos nunca, por motivo algum, pode ser motivo para a não utilização dele por parte do funcionário. A legislação diz, e é bastante explícita neste sentido, que o proprietário, o dono da empresa tem que preservar a saúde daquele funcionário utilizando todos os meios possíveis que existam no mercado para proteger a saúde dele. Em contrapartida, o funcionário tem por obrigação legal utilizar também todos os equipamentos fornecidos pelo empregador, caso contrário esse funcionário pode ser sim punido pela empresa.

Diário – O EPI é o divisor de águas entre a saúde e a doença do trabalhador?
Dr. Benones – Veja bem, só dar o EPI não é suficiente. A legislação obriga que além de você dar o equipamento o patrão deve garantir que seja ensinado ao funcionário sobre como utilizar o EPI, ele deve ser educado em relação a forma correta de usar. E nada melhor do que uma boa informação para que isso ocorra, daí a necessidade de uma boa explicação para esclarecer sobre o que pode acontecer à saúde do trabalhador diante do contato com aquela condição de insalubridade, como doenças pulmonares em caso de excesso de poeira, causando sérias patologias, algumas até irreversíveis.

Diário – Por falar em instrução, pelo que se sabe dependendo do número de funcionários de uma empresa é necessário a contratação de técnicos e até engenheiros do trabalho, como também a formação das chamadas brigadas de incêndio. Isso também faz parte não é doutor?
Dr. Benones – Exatamente. O chamado SESMT, que é o Serviço Especializado em Segurança do Trabalho é uma entidade que foi criada pelo Ministério do Trabalho com o intuito de fazer exatamente isso, promover a saúde ocupacional e prevenir doenças ocupacionais dentro do trabalho. O SESMT é composto por alguns profissionais como médico do trabalho, engenheiro do trabalho, técnico de segurança do trabalho, a enfermeira do trabalho e a técnica de enfermagem do trabalho, que são os cinco componentes do SESMT. Uma empresa vai precisar desse grupo dependendo do número de colaboradores que tem lá, a gente chama de dimensionamento, ou seja, dependendo do número de funcionários, do grau de risco daquela empresa, ela vai ser obrigada por lei a contratar de carteira assinada um destes ou vários destes profissionais da área de segurança do trabalho que vão atuar não só para evitar as doenças ocupacionais como os acidentes de trabalho. As brigadas de incêndio fazem parte de uma outra legislação, relacionada à prevenção e combate a incêndios cujo plano é obrigatório para toda e qualquer empresa. A formação da brigada depende do tamanho e da atividade da empresa.

Diário – Para fechar essa questão do EPI existem funcionários mais acomodados e outros mais questionadores, que vira e mexe sofrem até represálias, assédio moral até, quando se tornam muito reivindicadores, polêmicos até. 
Dr. Benones – O assédio moral ocorre todas as vezes em que o indivíduo fica tolhido dentro da empresa de executar a sua função ou quando ele se sente minimizado dentro da empresa exercendo as suas atividades. Existem sim essas pessoas um pouco mais questionadoras, que acabam sendo polêmicas mesmo, daí findarem sendo mal vistas pelos patrões e até pelos superiores hierárquicos dele e isso sim pode vir a causar o chamado assédio moral, que é um crime, inclusive punido por lei.

Diário – Essas regras que se tem nas relações de trabalho nas empresas valem também para o serviço público doutor?
Dr. Benones – A proteção do trabalhador é universal, portanto tem que ser cumprida tanto pela iniciativa privada quanto pelo serviço público, tendo em vista que nós temos servidores públicos que se expõem a riscos ocupacionais tão ou até piores que o setor privado. Então há sim dispositivos legais que priorizam a proteção à saúde destes trabalhadores também do serviço público.

Diário – Macapá está se verticalizando, ou seja, ganhamos prédios cada vez mais altos e para alguns trabalhadores é numa hora dessas revelam medos e até fobia por altura. Da mesma forma estão chegando as empresas de prospecção de petróleo, locação para outros trabalhadores revelarem medo do alto-mar, ou de andar de helicóptero, enfim, como a medicina do trabalho administra essas fragilidades do trabalhador?
Dr. Benones – A gente falou no início de exame pré-admissional, que é quando todas essas características têm que ser levadas em consideração quando você contrata um funcionário. Casos de fobias, medos, são frequentes mesmo então há necessidade de um profissional chamado psicólogo, que irá avaliar se aquela pessoa tem algum tipo de fobia e se aquela fobia é incompatível com aquela atividade que ele vai exercer. É um estudo multiprofissional, que requer uma avaliação especial, não só o físico como também a questão psicológica.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Transatlântico chega ao Amapá com mais de 500 turistas a bordo

O navio aportou na Companhia Docas de Santana. Por volta das 9h30, os tripulantes desembarcaram para visitar o monumento Marco Zero do Equador, a Fortaleza de São José de Macapá, o Museu Sacaca e a Casa do Artesão. A Secretaria de Estado do Turismo do Amapá (Setur) preparou uma recepção especial para os visitantes com apresentação de marabaixo e a degustação de gengibirra, no Monumento Marco Zero.

Os guias de turismo e intérpretes da Setur foram responsáveis pela organização e adequação do espaço para as chegadas dos viajantes. Para a guia de turismo, Paula Trindade, a visita de tantos turistas vai de encontro à consolidação do Estado como destino turístico mundial. "A importância é o fomento do setor turístico local, consolidando o Amapá como um dos principais destinos na região. Há movimentação de todos os setores, oportunizando profissionais como guias de turismo, taxistas, artesãos, intérpretes e o comércio local”, ressaltou.

O grupo de marabaixo Tia Sinhá apresentou as músicas tradicionais do Amapá para os turistas, que além de dançarem muito, puderam conhecer um pouco da cultura artística local, com a exposição "Eu e minhas negas", da artista plástica Marcia Braga.

MS Magellan
MS Magellan  foi construído por Aalborg Vaerft em Aalborg, Dinamarca e entrou em serviço pelo Carnival Cruise Lines em 13 de julho de 1985. Após alguns anos o navio entrou em decadência até quase 2003 quando foi reformado para continuar realizando viagens transatlânticas. O navio veio para passar apenas um dia e estava com o retorno programado para às 16:30h.

Fonte: Diário do Amapá.

O navio aportou na Companhia Docas de Santana. Por volta das 9h30, os tripulantes desembarcaram para visitar o monumento Marco Zero do Equador, a Fortaleza de São José de Macapá, o Museu Sacaca e a Casa do Artesão. A Secretaria de Estado do Turismo do Amapá (Setur) preparou uma recepção especial para os visitantes com apresentação de marabaixo e a degustação de gengibirra, no Monumento Marco Zero.
Os guias de turismo e intérpretes da Setur foram responsáveis pela organização e adequação do espaço para as chegadas dos viajantes. Para a guia de turismo, Paula Trindade, a visita de tantos turistas vai de encontro à consolidação do Estado como destino turístico mundial. "A importância é o fomento do setor turístico local, consolidando o Amapá como um dos principais destinos na região. Há movimentação de todos os setores, oportunizando profissionais como guias de turismo, taxistas, artesãos, intérpretes e o comércio local”, ressaltou.
O grupo de marabaixo Tia Sinhá apresentou as músicas tradicionais do Amapá para os turistas, que além de dançarem muito, puderam conhecer um pouco da cultura artística local, com a exposição "Eu e minhas negas", da artista plástica Marcia Braga.

MS Magellan
MS Magellan  foi construído por Aalborg Vaerft em Aalborg, Dinamarca e entrou em serviço pelo Carnival Cruise Lines em 13 de julho de 1985. Após alguns anos o navio entrou em decadência até quase 2003 quando foi reformado para continuar realizando viagens transatlânticas. O navio veio para passar apenas um dia e estava com o retorno programado para às 16:30h.
- See more at: http://www.diariodoamapa.com.br/cadernos/editorias-i/cidades/item/9617-transatlantico-chega-ao-amapa-com-mais-de-500-turistas#sthash.X5a8ke0q.dpuf

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Curso de formação de oficiais do Exército inicia segunda-feira em Macapá

A histórica primeira turma de oficiais formados pelo Exército em Macapá terá 20 amapaenses

Na próxima segunda-feira, dia 1º de fevereiro, uma cerimônia no quartel do 34º Batalhão de Infantaria de Selva, unidade que integra o Comando de Fronteira Amapá, marca o início das atividades do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva do Exército Brasileiro (NPOR) no estado. O evento será às 11 horas da manhã.
Recentemente o Alto Comando do Exército Brasileiro autorizou investimentos importantes no Amapá, culminando na criação de uma chamada Grande Unidade, comandada por um general – até então apenas coronéis e tenentes-coronéis comandavam por aqui. Com o surgimento da 22ª Brigada de Infantaria de Selva, batizada de Brigada da Foz, uma série de organizações militares se farão necessárias, como Artilharia, Material Bélico, Comunicações, Polícia do Exército, Blindados, entre outros. Entre essas novas unidades, um NPOR.
O Estado-Maior do Exército, por intermédio da Portaria nº 135-EME, de 26/06/2015, criou, a contar de 1º de janeiro de 2016, o Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva no Comando de Fronteira Amapá e 34º Batalhão de Infantaria de Selva. "Nesse sentido, a formatura de incorporação da primeira turma do Núcleo de Preparação dos Oficiais da Reserva desta Organização Militar, será composta por 20 jovens amapaenses que iniciam a realização do sonho de fazer parte do Exército Brasileiro", diz o atual comandante da unidade, o tenente-coronel Robson Mattos.
A solenidade será presidida pelo General de Divisão Humberto Francisco Madeira Mascarenhas, Comandante da 8ª Região Militar e contará com a presença de autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, eclesiásticas e familiares dos alunos.
A formação do oficial temporário, com duração de dez meses de curso, permite aos jovens passarem por treinamentos físico e militar, ensinamentos sobre liderança, direitos e deveres do militar e está orientada para duas direções: aumentar a participação do segmento mais instruído da sociedade no Exército e proporcionar um melhor embasamento profissional militar aos tenentes temporários que irão comandar as frações elementares nos corpos-de-tropa.
 Nas primeiras semanas, durante o Período Básico de Instrução, o aluno é adaptado à vida militar, adquire os conhecimentos essenciais ao combatente terrestre e tem os valores físicos e morais aperfeiçoados. No Período de Formação e Aplicação, o conhecimento necessário ao desempenho profissional específico da Arma de Infantaria é trabalhado segundo modernas técnicas de ensino, de tal modo que, em poucos meses, o jovem universitário incorpora as características desejáveis ao futuro oficial temporário de Infantaria do Exército Brasileiro.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Agência oferece pacotes românticos no Chile para quem deseja fugir do agito do Carnaval

Que tal aproveitar o feriado do Carnaval para conhecer o Chile num roteiro romântico, que inclui passeios por Santiago e visita à Vinícola Concha Y Toro, entre várias outras atrações? Esta é a proposta da agência Brasil-Chile Turismo, que criou diversos pacotes sob medida para casais, com ou sem filhos, que desejam visitar o Chile nesta época. Os pacotes, que incluem todos os passeios e cinco noites de hospedagem (entre os dias 5 e 9 de fevereiro), custam a partir de R$ 2.475,00 por pessoa. Confira as opções:

Pacote 1. Hospedagem de cinco noites no charmoso Hotel Torremayor, em Santiago (localizado na Avenida Ricardo Lyon, 322), com café da manhã incluso, em quarto para casal, com passeios para Vina Del Mar, Valparaíso, Vinícola Concha Y Toro, Valle Nevado, City Tour pelas principais atrações de Santiago (como o Cerro Santa Lucia, o Cerro San Cristóbal, a Plaza de Armas, o Palácio Moneda e a Catedral Metropolitana, finalizando no charmoso Mercado Municipal, onde o grupo poderá almoçar), com transfers de ida e volta ao aeroporto. Preço total por pessoa: R$ 2.913,00 ou US$ 666,00.Pacote 2. Hospedagem de cinco noites no charmoso Hotel Torremayor, em Santiago (localizado na Avenida Ricardo Lyon, 322), com café da manhã incluso, em quarto para casal com uma criança, com passeios para Vina Del Mar, Valparaíso, Vinícola Concha Y Toro, Valle Nevado, City Tour pelas principais atrações de Santiago (como o Cerro Santa Lucia, o Cerro San Cristóbal, a Plaza de Armas, o Palácio Moneda e a Catedral Metropolitana, finalizando no charmoso Mercado Municipal, onde o grupo poderá almoçar), com transfers de ida e volta ao aeroporto. Preço total por pessoa: R$ 3.500,00 ou US$ 800,00.

Pacote 3. Hospedagem de cinco noites no charmoso Hotel Torremayor, em Santiago (localizado na Avenida Ricardo Lyon, 322), com café da manhã incluso, em quarto para casal com duas crianças, com passeios para Vina Del Mar, Valparaíso, Vinícola Concha Y Toro, Valle Nevado, City Tour pelas principais atrações de Santiago (como o Cerro Santa Lucia, o Cerro San Cristóbal, a Plaza de Armas, o Palácio Moneda e a Catedral Metropolitana, finalizando no charmoso Mercado Municipal, onde o grupo poderá almoçar), com transfers de ida e volta ao aeroporto. Preço total por pessoa: R$ 5.113,00  ou US$ 1.169,00.
Pacote 4. Hospedagem de cinco noites no apart-hotel San Cristóbal Suites Santiago, em Santiago (localizado na Rua Merced, 562), em quarto para casal, com passeios para Vina Del Mar, Valparaíso, Vinícola Concha Y Toro, Valle Nevado, City Tour pelas principais atrações de Santiago (como o Cerro Santa Lucia, o Cerro San Cristóbal, a Plaza de Armas, o Palácio Moneda e a Catedral Metropolitana, finalizando no charmoso Mercado Municipal, onde o grupo poderá almoçar), com transfers de ida e volta ao aeroporto. O apart-hotel San Cristóbal oferece cozinha completa (equipada com geladeira, fogão, forno de microondas, torradeira, ferro elétrico, panelas e louça), banheiro privativo com ducha e banheira, TV, equipamento de som, sala com varanda e portaria 24 horas. Preço total por pessoa: R$ 2.475,00 ou US$ 566,00.
Pacote 5. Hospedagem de cinco noites no apart-hotel San Cristóbal Suites Santiago, em Santiago (localizado na Rua Merced, 562), em quarto para casal com uma criança, com passeios para Vina Del Mar, Valparaíso, Vinícola Concha Y Toro, Valle Nevado, City Tour pelas principais atrações de Santiago (como o Cerro Santa Lucia, o Cerro San Cristóbal, a Plaza de Armas, o Palácio Moneda e a Catedral Metropolitana, finalizando no charmoso Mercado Municipal, onde o grupo poderá almoçar), com transfers de ida e volta ao aeroporto. O apart-hotel San Cristóbal oferece cozinha completa (equipada com geladeira, fogão, forno de microondas, torradeira, ferro elétrico, panelas e louça), banheiro privativo com ducha e banheira, TV, equipamento de som, sala com varanda e portaria 24 horas. Preço total por pessoa: R$ 2.475,00 ou US$ 566,00.
Pacote 6. Hospedagem de cinco noites no apart-hotel San Cristóbal Suites Santiago, em Santiago (localizado na Rua Merced, 562), em quarto para casal com duas crianças, com passeios para Vina Del Mar, Valparaíso, Vinícola Concha Y Toro, Valle Nevado, City Tour pelas principais atrações de Santiago (como o Cerro Santa Lucia, o Cerro San Cristóbal, a Plaza de Armas, o Palácio Moneda e a Catedral Metropolitana, finalizando no charmoso Mercado Municipal, onde o grupo poderá almoçar), com transfers de ida e volta ao aeroporto. O apart-hotel San Cristóbal oferece cozinha completa (equipada com geladeira, fogão, forno de microondas, torradeira, ferro elétrico, panelas e louça), banheiro privativo com ducha e banheira, TV, equipamento de som, sala com varanda e portaria 24 horas. Preço total por pessoa: R$ 3.025,00 ou US$ 691,00.

Importante: estes pacotes não incluem custos de alimentação (com exceção do café da manhã no Hotel Torremayor) nem passagens aéreas.SOBRE A BRASIL-CHILE TURISMOCom sede em Santiago, no Chile, a Brasil-Chile Turismo é uma agência comandada por brasileiros, criada em 2009 com o objetivo principal de atender o turista brasileiro durante a sua viagem ao Chile. Os serviços prestados pela Brasil-Chile incluem traslados, passeios e também hospedagens.A empresa presta um serviço personalizado e de qualidade, com guias fluentes no idioma português, transporte sempre em veículos novos equipados com sistema de wi-fi e oferece uma variedade incrível de passeios por todo o Chile. Para obter mais informações, o consumidor pode enviar um e-mail para o endereçobrasilchileturismo@gmail.com ou contatar a empresa pelo whattsapp (569) 6216.0387 ou diretamente pelo telefone (569) 3208.8346 em Santiago. Mais informações sobre a agência também podem ser obtidas na página da Brasil-Chile no Facebook: www.facebook.com.br/agenciabrasilchile

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Fim de mandato: Juiz Vicente Gomes deixa Corte do TRE-AP

Em Sessão Administrativa realizada nesta quarta-feira (21), o juiz membro do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá, Vicente Manoel Pereira Gomes, encerrou o seu mandato na Corte, Biênio 2014-2016, na classe de jurista. Na ocasião, ele foi homenageado pelo colegiado do TRE, pois teve a atuação enaltecida pelos seus pares.

O advogado Vicente Gomes integrou a Corte Judicial e Administrativa de 22 de janeiro de 2014 até ontem. Durante esse período, relatou e julgou, em colegiado, os processos eleitorais a ele distribuídos.

O Presidente do TRE/AP, Desembargador Carlos Tork, agradeceu a contribuição de Vicente Gomes e o parabenizou pela competência e coerência durante sua passagem pela Justiça Eleitoral.

Por sua vez, Vicente Gomes agradeceu os juízes membros da Corte e servidores do TRE. Ele se disse feliz pelo aprendizado e experiência positiva. O advogado ressaltou os desafios que enfrentou, tanto pessoais quanto profissionais, nesses dois anos de Justiça Eleitoral.

Até a presidente da República, Dilma Rousseff, nomear o novo titular do cargo, a juíza substituta, Kelly Cristina, comporá o Pleno.

Participaram da Sessão os juízes Carlos Tork (Presidente), Stella Ramos (Vice-Presidente/Corregedora), Jocélio Neto, Marconi Pimenta, Décio Rufino, Vicente Gomes e Fábio Garcia. Também presente o Procurador Regional Eleitoral, Dr. Ricardo Negrini.


Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Texto: Elton Tavares | Fotos: Vandy Ribeiro

PMM e Exército definem estratégias para eliminar o Aedes aegypti

PMM e Exército definem estratégias para eliminar o Aedes aegypti
Aconteceu na quarta-feira, 20, na sala de reuniões do 34º BIS, um encontro entre o prefeito de Macapá, Clécio Luís e o comandante do 34º Batalhão de Infantaria e Selva (BIS), tenente coronel Robson Matos. Preocupados com a aproximação do período de chuvas intensas, a reunião foi estratégica para o planejamento e fortalecimento das ações conjuntas de combate à dengue e à chikungunya no município.
 “Esse encontro foi bastante positivo para tratar do combate ao Aedes aegypti, uma situação emergencial, um problema que assola todo o país e que a gente não pode deixar se alastrar. É uma união de esforços do Exército e da Prefeitura de Macapá, e vamos conseguir erradicar esses problemas dentro do município”.
 O subsecretário municipal de Saúde, Eldren Lage, falou do planejamento das ações. “A Semsa está fazendo junto com todas as instituições parceiras, sistema S, Defesa Civil, sociedade civil organizada e o Exército, um planejamento no sentido de trabalharmos integrados, atuando na parte educativa, preventiva, na limpeza das casas no dia a dia, orientando os moradores, que essas atividades simples de limpeza reduzem o risco de termos uma epidemia dessas doenças. Hoje, a melhor ação é evitar que o mosquito nasça, e isso só conseguimos eliminando todos os criadouros”.
 “Primeiramente agradeço aos oficiais que estão aqui e de pronto nos atenderam para definirmos uma estratégia de atuação para eliminar os focos de proliferação do Aedes aegypti no município de Macapá. Posteriormente, a prefeitura irá capacitar os militares para aturem em campo juntamente com os agentes de endemias nesse combate”, pontuou o prefeito.
 Também estiveram presentes no encontro os gestores das secretarias municipais de Assuntos Extraordinários (Semae), Evandro Milhomem; de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Semduh), Valdinei Amanajás; de Manutenção Urbanística (Semur), Manoel Antonio Bacelar e de Saúde (Semsa), Silvana Vedovelli e o subsecretário Eldren Lage; além do comandante da Guarda Municipal, Ubiranildo Macêdo e o diretor-presidente do Instituto Municipal de Turismo (Macapatur), Sérgio Lemos.
 Desde 2013, a Prefeitura de Macapá, por meio da Vigilância Ambiental do Município, realiza ações de combate e controle ao mosquito com trabalho educativo e preventivo, buscando a eliminação de focos do Aedes por meio da aplicação de larvicida em todos os bairros. As primeiras ações de combate à dengue e à chikungunya acontecem nos dias 25 e 26 deste mês (segunda e terça-feira), a partir das 8h, no bairro Vale Verde (em frente ao Parque de Exposições de Fazendinha). Vale ressaltar que já está disponível à população o Disk Mosquito (99121 16411) para denunciar foco de Aedes e solicitar visitas dos agentes de endemias.

Diversão e música no Show da Banda Chocolate com Pipoca, no Garden Shopping

Eles são bem criativos quando o assunto é diversão. Com apresentações variadas para o público infantil, a banda Chocolate com Pipoca inova com canções e show de fantoches.

A Banda surgiu em 2015, inspirada na alegria da infância e na experiência artística de um dos integrantes, Diego Rocha. O artista conta que quando criança fazia uma dupla de palhaço com o pai, Daniel Rocha, que hoje é seu parceiro nas composições musicais.

Atualmente divulgam a música autoral intitulada “Música de Trabalho Chocolate com Pipoca”. “Existe todo um trabalho de pesquisa na escolha do repertório. No primeiro bloco tocamos músicas como as do Balão Mágico, E no segundo bloco, tocamos canções de ciranda para resgatar brincadeiras infantis. A criançada adora”, acrescenta.

SHOW NO GARDEN - Para animar as crianças do Amapá Garden Shopping, a banda fará uma apresentação especial neste domingo, 24/01, na Praça de Alimentação e Eventos do empreendimento. O show será a partir das 17h, e a entrada é gratuita.

Flávia Fontes
Amapá Garden Shopping

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Hotel brasileiro está entre os 10 melhores do mundo. Saiba qual o nome dele!



TripAdvisor nomeia as melhores acomodações, incluindo  pousadas, hotéis de pequeno porte, luxo, melhor serviço e mais econômicos

São Paulo, 21 de janeiro de 2016 – TripAdvisor®, maior site de viagens do mundo*, anuncia hoje os vencedores do Travelers’ Choice Hotéis 2016.  Os ganhadores foram determinados com base em milhões de avaliações e opiniões de usuários do TripAdvisor coletadas ao longo de 12 meses.  Em sua 14ª edição, o prêmio destaca sete mil propriedades em todo o mundo, com listas de 97 países e oito continentes.

No Brasil, 150 hotéis foram premiados em seis categorias. O Sudeste é a região que recebeu mais prêmios: 62 no total.

Um reconhecimento internacional para o setor hoteleiro brasileiro:

Melhores Hotéis: O Hotel Ritta Höppner, em Gramado, foi eleito pelos usuários do TripAdvisor como o melhor hotel no Brasil e na América do Sul. Na lista global, a propriedade está em décimo lugar. De acordo com a comunidade do site, o ambiente romântico é um dos destaques do local. O Hotel Estalagem St Hubertus, também em Gramado, é o segundo colocado no Brasil e na América do Sul e 14° no mundo. Os cuidados com os detalhes são o grande diferencial mencionado nas avaliações. Já o Essenza Hotel, em Jericoacoara, é o terceiro melhor hotel brasileiro e o sexto sul-americano. A alta qualidade do serviço prestado e a sua localização são citados pelos viajantes.

Melhores Serviços: O Hotel Estalagem St Hubertus também foi eleito o quinto hotel com melhor serviço no mundo e primeiro colocado da categoria no Brasil e na América do Sul.

Melhores hotéis de luxo: Neste segmento, o destaque brasileiro é o Ponta dos Ganchos Resort, em Governador Celso Ramos, vencedor no Brasil e na América do Sul, e oitavo colocado na lista mundial. De acordo com os usuários do TripAdvisor, o local é um paraíso.

Melhores hotéis de pequeno porte: O Ponta dos Ganchos Resort, em Governador Celso Ramos, também ganhou como melhor hotel de pequeno porte no Brasil e ficou com a terceira colocação na América do Sul.

Melhores pousadas: A Pousada Barra do Bié, em Cunha, foi eleita a melhor em seu segmento no Brasil e na América do Sul. Relaxar é a palavra-chave para essa propriedade, segundo os viajantes do site.

Melhores hotéis econômicos: O Che Lagarto Hostel & Suites Foz do Iguaçu foi eleito o melhor hotel barato no país e ficou em quarto lugar na América do Sul. Para a comunidade do TripAdvisor, o serviço prestado é excelente.

“Nós parabenizamos os estabelecimentos que ganharam o prêmio Travelers’ Choice Hotéis”, disse Claudia Martinelli, porta-voz do TripAdvisor no Brasil. “Os viajantes que planejam suas próximas viagens podem reservar os hotéis premiados com confiança, pois os mesmos já encantaram milhões de usuários do TripAdvisor”.

“O prêmio Travelers´Choice Hotéis é para nós o reconhecimento do esforço em proporcionar aos nossos hóspedes serviços de alto padrão e por nos dedicarmos para que cada detalhe seja perfeito. O TripAdvisor é de extrema importância para os nossos negócios, uma vez que um grande número de viajantes utiliza o site como referência na escolha não só de sua hospedagem, mas também para eleger opções de lazer e locais para alimentação”, afirma Jussára Höppner, proprietária do Hotel Ritta Höppner.

O TripAdvisor também fez um levantamento do preço médio das diárias dos ganhadores do Travelers’ Choice Hotéis no site:

- Melhores hotéis: R$ 1.312,00
- Hotéis econômicos: R$ 294,00
- Pousadas: R$ 508,00
- Luxuosos: R$ 1.825,00
- Melhor Serviço: R$ 1.211,00
- Pequeno porte: R$ 1.211,00

Os 10 melhores hotéis do Brasil em 2016:

1. Hotel Ritta Höppner – Gramado – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 747,00. Mês mais barato para se hospedar: Abril (R$ 646,00)

2. Hotel Estalagem St Hubertus – Gramado – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 840,00 per night. Mês mais barato para se hospedar: Março (R$ 715,00)

3. Essenza Hotel – Jericoacoara – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 1.320,00. Mês mais barato para se hospedar: Maio (R$ 1.219,00)

4. Hotel Le Renard – Campos do Jordão – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 832,00. Mês mais barato para se hospedar: Janeiro (R$ 739,00)

5. Belmond Hotel das Cataratas – Foz do Iguaçu – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 1.514,00. Mês mais barato para se hospedar: Novembro (R$ 1.320,00)

6. Carmel Charme Resort – Aquiraz – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 1.171,00. Mês mais barato para se hospedar: Abril (R$ 1.026,00)

7. Hotel Vila Inglesa – Campos do Jordão – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 799,00. Mês mais barato para se hospedar: Março (R$ 755,00)

8. Santa Clara Eco Resort – Dourado – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 888,00. Mês mais barato para se hospedar: Outubro(R$ 755,00)

9. Hotel Unique – São Paulo – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 1.211,00. Mês mais barato para se hospedar: Maio (R$ 1.118,00)

10. Miramar Hotel by Windsor – Rio de Janeiro – Preço médio de uma diária encontrado no TripAdvisor: R$ 1.143,00. Mês mais barato para se hospedar: Agosto (R$ 1.022,00)



Vencedores de todas as categorias (Mundo e Brasil)

Melhor hotel do mundo: Umaid Bhawan Palace Jodhpur – Jodhpur, India

Melhor hotel de luxo do mundo: Nayara Springs – La Fortuna de San Carlos, Costa Rica

Melhor hotel de luxo no Brasil:  Ponta dos Ganchos Resort – Governador Celso Ramos, Santa Catarina

Melhor hotel econômico do mundo: Sakli Konak – Uchisar, Turkey

Melhor hotel econômico do Brasil: Che Lagarto Hostel & Suites Foz do Iguaçu – Foz do Iguaçu, Paraná

Melhor hotel de pequeno porte do mundo: Edgar House – Chester, England

Melhor hotel de pequeno porte do Brasil:  Ponta dos Ganchos Resort – Governador Celso Ramos, Santa Catarina

Hotel com melhor serviço do mundo: Hotel Residence Agnes – Prague, Czech Republic   

Hotel com melhor serviço do Brasil: Hotel Estalagem St Hubertus – Gramado, Rio Grande do Sul

Melhor pousada do mundo: Casa Portagioia – Tuscany, Italy  

Melhor pousada do Brasil: Pousada Barra do Bie – Cunha, São Paulo


Metodologia:

Todas as tarifas médias para uma diária (1º de janeiro a 30 de junho de 2016) foram cotadas a partir de diversos parceiros do TripAdvisor, incluindo agências de viagens on-line e os próprios hotéis. Valores convertidos do Dólar (US$) para o Real (R$) em 15 de janeiro de 2015.



Sobre o TripAdvisor®
TripAdvisor® é o maior site de viagens do mundo* e ajuda turistas a planejarem e reservarem a viagem perfeita. O TripAdvisor traz dicas de viajantes e inúmeros recursos de planejamento, além de contar com links para as ferramentas de reserva que pesquisam centenas de sites para encontrar os melhores preços de hotéis. Os sites do TripAdvisor juntos formam a maior comunidade de viagens do mundo, com 350 milhões de visitantes únicos por mês** e mais de 290 milhões de avaliações e opiniões, cobrindo mais de 5,3 milhões de acomodações, restaurantes e atrações. Os sites operam em 47 países em todo o mundo.