Este Blog é destinado a compilar idéias, notícias, textos, pensamentos, reflexões a respeito do quanto é importante que autoridades, políticos, lideranças comunitárias, jornalistas e a comunidade em geral possam pensar juntos soluções para o Estado do Amapá. Sem ataques a pessoas, partidos, instituições ou governos, mas analisando e levando o internauta leitor a tirar suas próprias conclusões.

sábado, 31 de janeiro de 2015

Assembleia Legislativa empossa deputados eleitos em 2014

Neste domingo(01), inicia a 7ª Legislatura e a Assembleia Legislativa do Amapá empossará os 24 deputados eleitos em outubro de 2014 e no dia seguinte (2) elegerá a Mesa Diretora que comandará os trabalhos da Casa nos próximos dois anos. Os cargos na Mesa estão distribuídos entre: presidente; 1º vice-presidente; 2º vice-presidente; 1º secretário; 2º secretário; 3º secretário e, 4º secretário.

A posse dos representantes do povo no Legislativo estadual começa com a leitura dos nomes por ordem alfabética dos deputados diplomados. Em seguida, todos de pé, farão o juramento de praxe que é o de bem cumprir o mandato.

Confira, a seguir, o perfil dos 24 deputados eleitos para a 7ª Legislatura, que assumem o mandato em 1º de fevereiro de 2015. A Assembleia do Amapá terá 11 novos deputados – um índice de 40% de renovação. Dos 24 atuais deputados que se candidataram à reeleição, 13 foram vitoriosos – um índice de 60%. O PRB teve o maior número de eleitos com 4 deputados estaduais. Os partidos PDT, PTB, PSDB, PROS, PSB, PMDB, PSC e PSOL elegeram dois deputados cada.

Dep Marilia Goes

Marilia Góes (PDT)

Nome Completo: Marilia Brito Xavier Góes

Idade: 49 anos (29/12/1965)

Naturalidade: Belém (PA)

Estado Civil: Casada com o atual governador Waldez Góes

Ocupação profissional: Delegada de Polícia Civil

Coligação: A FORÇA DO POVO (PP / PDT / PMDB)

Marília Góes (PDT) foi a mais aclamada nas urnas, com mais de 11 mil votos.  Reeleita, assume em 2015 o segundo mandato consecutivo na Assembleia Legislativa do Amapá, onde ingressou em 2010. Na 6ª Legislatura, presidiu a Comissão de Direitos Humanos.

Dep Dr. Furlan

Dr. Furlan (PTB)

Nome Completo: Antônio Paulo de Oliveira Furlan

Idade: 41 anos (09/07/1973)

Naturalidade: Costa Rica – naturalizado brasileiro – registrado em Belém do Pará.

Estado Civil: Casado

Ocupação profissional: Médico cardiologista

Coligação: UNIDOS PELO AMAPÁ (PTB / PPS / PRTB / PMN / PTC / PPL)    Segundo colocado no pleito de 2014, com 8.947 votos. Em 2013 ingressou na vacância deixada pelo ex-deputado Ocivaldo Gato, falecido em decorrência de um câncer. Na 6ª Legislatura, foi membro efetivo da Comissão de Saúde.

 
Dep Michel JK
Michel Jk (PSDB)

Nome Completo: Michel Houat Harb

Idade: 36 anos (12/06/1978)

Naturalidade: Macapá (AP)

Estado Civil: Casado

Ocupação profissional: Empresário/Economista

Coligação: JUNTOS PELO DESENVOLVIMENTO PELA PAZ E PELA VIDA (DEM / PSDB / SD / PSD)

Terceiro colocado, com 8.679 votos, ingressou em 2007. Atualmente exerce o Cargo de Corregedor da Assembleia Legislativa do Amapá.

Dep Júior Favacho

Júnior Favacho (PMDB)

Nome Completo: Amiraldo da Silva Favacho Junior

Idade: 35 anos (10/07/1979)

Naturalidade: Macapá (AP)

Estado Civil: Casado

Ocupação: Deputado

Júnior Favacho foi candidato a Deputado Estadual do Amapá pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro, obteve a quarta colocação com 7.187 votos. Na 6ª Legislatura, compôs a Mesa Direta, no Cargo de Vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amapá.

Dep Jaci Amanajás

Dr.Jaci (PROS)

Nome Completo: Jaci Pena Amanajás

Idade: 65 anos (14/11/1949)

Naturalidade: Macapá (AP)

Estado Civil: Casado

Ocupação profissional: Médico Hematologista

Coligação: TRABALHO E LUTA (PROS / PV / PSDC / PEN)

Eleito com 6.965 votos, Doutor Jaci foi candidato pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS).  Em 2015, assume seu terceiro mandato consecutivo.

Dep Max da AABB

Max da AABB(PSB)

Nome Completo: Max Ney Machado Andrade

Idade: 51 anos (08/09/1963)

Naturalidade: Breves (PA)

Estado Civil: Casado

Ocupação: Bancário e Economiário

Partido: Partido Socialista Brasileiro

Foi  eleito pela primeira vez e  obteve 6.667 votos.

 
Dep Pastor Oliveira
Pastor Oliveira (PRB)

Nome Completo: Carlos Antônio Oliveira Santos

Idade: 44 anos (24/04/1970)

Naturalidade: Benevides (PA)

Estado Civil: Casado

Escolaridade: Ensino Médio completo

Partido: Partido Republicano Brasileiro

Foi vereador do município de Macapá.  Eleito Deputado Estadual com 6.486 votos.

 Dep Cristina AlmeidaCristina Almeida (PSB)

Nome Completo: Maria Cristina do Rosário Almeida Mendes

Idade: 48 anos (27/05/1966)

Naturalidade: AP – Macapá

Estado Civil: Casada

Partido: Partido Socialista Brasileiro

Coligação: PSB -

Reeleita com 5.883 votos assume em 2015 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa do Amapá.

Dep Augusto Aguiar

Augusto Aguiar (PMDB)

Nome Completo: Antônio Augusto de Aguiar

Idade: 40 anos (01/10/1974)

Naturalidade: Alenquer (PA)

Estado Civil: Solteiro

Partido: Partido do Movimento Democrático Brasileiro

Coligação: A FORÇA DO POVO (PP / PDT / PMDB)

Obteve 5.803 votos. Vem de um mandato como vereador do município de Macapá.

Ficou conhecido como um dos mais atuantes vereadores de Macapá.

Dep Jory OeirasJory Oeiras (PRB)

Nome Completo: Joryosvaldo Queiroz Oeiras

Idade: 41 anos (03/05/1973)

Naturalidade: Santana (AP)

Estado Civil: Solteiro

Ocupação Profissional: Agente Penitenciário

Coligação: Para o Amapá Avançar (PR / PRB / PHS)

Jory Oeiras é radicado no município de Santana e foi eleito para sua primeira Legislatura com 5.721 votos.

Dep Charles Marques

Charles Marques (PSDC)

Nome: Raimundo Charles da Silva Marques

Idade: 45 anos (27/05/1969)

Naturalidade: Macapá (AP)

Estado Civil: Casado

Partido: Partido Social Democrata Cristão

Coligação: TRABALHO E LUTA (PROS / PV / PSDC / PEN)

Reeleito com 5.704 votos para seu segundo mandato consecutivo, Charles Marques foi candidato a Deputado Estadual do Amapá pelo Partido Social Democrata Cristão. Na 6ª Legislatura, compôs a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, no Cargo de 2º Secretário.

Mira Rocha (PTB)

N
Dep Mira Rocha
ome Completo: Elizalmira do Socorro Rocha Arraes Freires

Idade: 42 anos (17/08/1972)

Naturalidade: Macapá (AP)

Estado Civil: Solteira

Escolaridade: Superior completo

Partido: Partido Trabalhista Brasileiro

Coligação: UNIDOS PELO AMAPÁ (PTB / PPS / PRTB / PMN / PTC / PPL)

Natural de Macapá, advogada, aos 43 anos, já cumpriu três mandatos parlamentares. Em 2015 ocupará seu 4º mandato consecutivo. É Presidente da União das Mulheres Santanenses.

Dep Ericlaudio Alencar

Ericlaudio Alencar (PRB)

Nome Completo: Ericlaudio Alencar Rocha

Idade: 56 anos (23/10/1958)

Naturalidade: Belém (PA)

Estado Civil: Casado

Ocupação: Servidor Público Estadual (Delegado)

Escolaridade: Superior completo

Defendendo a sigla do Partido Republicano Brasileiro (PRB), o delegado Ericlaudio foi uma grande revelação das eleições mais concorridas nos últimos anos no Amapá. Natural de Belém do Pará foi eleito para seu primeiro mandato como deputado estadual.

Dep Roseli MatosRoseli (DEM)

Nome Completo: Roseli de Araújo Corrêa de Lima

Idade: 39 anos (11/10/1975)

Naturalidade: Macapá (AP)

Estado Civil: Casada

Ocupação: Professor de Ensino Fundamental

Escolaridade: Superior completo

Coligação: JUNTOS PELO DESENVOLVIMENTO PELA PAZ E PELA VIDA (DEM / PSDB / SD)

Deputada por dois mandatos, na 6ª Legislatura integrou a Mesa Diretora como 2ª Vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amapá.

Dep Jayme Perez

Jaime Perez (PRB)

Nome Completo: Jaime da Silva Perez

Idade: 43 anos (03/11/1971)

Naturalidade: Macapá (AP)

Estado Civil: Divorciado

Escolaridade: Superior completo

Partido: Partido Republicano Brasileiro

Coligação: Para o Amapá Avançar (PR / PRB / PHS)

Eleito para o primeiro mandato como deputado estadual, formado em Administração de Empresas, natural de Macapá começou a carreira política na Câmara de Vereadores de Macapá. Jaime Perez obteve 5.360 votos.

 
Dep Moisés Souza
Moises Souza (PSC)

Dados de Moises Souza

Nome Completo: Moises Reategui de Souza

Idade: 46 anos (11/01/1969)

Naturalidade: AP – Macapá

Estado Civil: Casado

Escolaridade: Superior completo

Partido: Partido Social Cristão

Atual Presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, cargo que exerce desde 2010. Foi eleito pela primeira vez em 2007 e desde então o deputado procura desenvolver um trabalho em prol dos cidadãos com o foco em melhorias e investimentos para a população. Irmão do deputado federal Marcos Reategui (PSC/AP), Moisés Souza integra o Partido Social Cristão, onde obteve 5.111 votos.

 
Dep Raimunda Beirão
Raimunda Beirão (PSDB)

Nome Completo: Raimunda Macedo Barroso

Idade: 56 anos (11/06/1958)

Naturalidade: Dom Pedro (MA)

Estado Civil: Casada

Ocupação profissional: Empresária

Partido: Partido da Social Democracia Brasileira

Raimunda Beirão chega para tomar posse no seu quarto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa do Amapá. Em 2012, foi empossada como 1ª suplente substituindo o deputado Dalto Martins (PMDB), falecido em acidente aéreo no mesmo ano. É uma expressiva liderança política do chamado Vale do Jari. Foi reeleita com 4.873 votos.

 
Dep. Kaká Barbosa
Kaká (PTdoB)

Nome Conpleto: José Carlos Carvalho Barbosa

Idade: 49 anos (13/01/1966)

Naturalidade: Recife (PE)

Estado Civil: Casado

Escolaridade: Ensino Médio completo

Coligação: TRABALHO E CIDADANIA (PT do B / PTN)

Deputado estadual desde 2003, Kaká Barbosa irá assumir seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa do Amapá, com destaque por sua atuação na Comissão de Orçamento e Finanças. Foi reeleito com 4.843 votos.

Dep. Fabrício Furlan

Fabricio Furlan (PSOL)

Nome Completo: Fabricio Bevilacqua Furlan

Idade: 38 anos (01/12/1976)

Naturalidade: Ribeirão Preto (SP)

Estado Civil: Casado

Escolaridade: Superior completo

Coligação: AMAPÁ QUE AVANÇA (PSOL / PT / PC do B)

O advogado militante Fabricio Furlan, tem 38 anos e foi eleito para seu primeiro mandato com 4.294 votos.

 
Dep Paulo Lemos
Professor Paulo Lemos (PSOL)

Nome Completo: Paulo Cesar Lemos de Oliveira

Idade: 43 anos (08/01/1972)

Naturalidade: Baião (PA)

Estado Civil: Casado

Ocupação: Professor de Ensino Médio

Escolaridade: Superior completo

Coligação: AMAPÁ QUE AVANÇA (PSOL / PT / PC do B)

Paulo Lemos é professor do quadro efetivo do Governo do Estado. Foi Secretário de Administração do Município de Macapá, na gestão do Prefeito Clécio Luiz.  Venceu as eleições com 4.105 votos.

 
Dep Luciana Gurgel
Luciana (PHS)

Nome Completo: Luciana Araújo Góes Gurgel

Idade: 32 anos (22/10/1982)

Naturalidade: Macapá (AP)

Estado Civil: Casado

Escolaridade: Superior completo

Coligação: Para o Amapá Avançar (PR / PRB / PHS)

Casada com o Deputado Federal Vinicius Gurgel (PR/AP), vem de tradicional família empreendedora local. Eleita com 5.146 votos. Jovem empresária do ramo da moda infantil em Macapá e líder do Partido Humanista da Solidariedade no Amapá (PHS).

 
Dep Edna Auzier
Edna Auzier (PROS)

Nome Completo: Edna Auzier

Idade: 42 anos (06/01/1973)

Naturalidade: Santana (AP)

Estado Civil: Casada

Escolaridade: Superior completo

Partido: Partido Republicano da Ordem Social

Coligação: TRABALHO E LUTA (PROS / PV / PSDC / PEN)

Vereadora de Macapá, Edna Auzier foi eleita pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS) com 5.058 votos. Casada com o ex-deputado Eider Pena, ocupante do mesmo cargo por quatro mandatos consecutivos.

 
Dep Maria Goes
Maria Góes (PDT)

Nome Completo: Maria de Lourdes Rodrigues da Silva

Idade: 65 anos (22/07/1949)

Naturalidade: Porto Grande (AP)

Estado Civil: Solteira

Escolaridade: Ensino Fundamental completo

Coligação: A FORÇA DO POVO (PP / PDT / PMDB)

Maria Góes foi vereadora de Macapá por três mandatos consecutivos. Mãe do ex-prefeito e atual Deputado Federal mais votado do Amapá, Roberto Góes. Em 2010, Maria Góes (PDT) foi empossada pela primeira vez como deputada estadual na VI Legislatura da Assembleia Legislativa do Amapá. Foi reeleita com 4.900 votos.

Dep Pedro Da Lua

Pedro da Lua (PSC)

Nome Completo: Pedro dos Santos Martins

Idade: 37 anos (07/06/1977)

Naturalidade: Belém (PA)

Estado Civil: Divorciado

Coligação: PSC

Locutor e comentarista de Rádio e Televisão e Radialista, Pedro da Lua foi representante de movimentos em prol da juventude. Concorreu as eleições 2014 defendendo a sigla do Partido Social Cristão (PSC) e foi eleito com 4.168 votos.

Com informações do

Departamento de Comunicação/AL – DECOM

Diretor do Decom – Cleber Barbosa

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Coluna Argumentos, segunda-feira, dia 26 de janeiro de 2015.

Mineração
Acordo feito entre a mineradora Zamin e o sindicato dos empregados está sendo cumprido fielmente, diz a empresa. Ela diz que o pagamento de dezembro foi quitado na quinta-feira e se compromete que até o dia 15 de fevereiro tudo estará atualizado. Salários e benefícios.

Ex pároco
Várias gerações de serranos estão emprestando a solidariedade ao padre Álvaro Nonato da Paixão, 69, que trava uma luta contra um câncer. O religioso já viajou para fora do estado em tratamento. É ter fé. 

Guiana
O Conexão Brasília de ontem abordou o tema da vida dos brasileiros na Guiana Francesa. Na entrevista que deu ao programa, o paraense Cléo Campos disse ter conseguido a proeza da aposentadoria em Caiena. 

Mercado
Pais ou responsáveis por alunos estão debruçados na lista de material escolar divulgada pelo Procon. Mas tem um detalhe que precisa ser levado em conta: não dá para comparar a qualidade de alguns produtos importados. 

Foto da Semana
Foi muito concorrida a posse de Elisabeth Picanço no TCE. Mas esta imagem foi uma das mais emblemáticas por mostrar os dirigentes dos Poderes Constituídos de mãos dadas e rezando o “Pai Nosso”. Tomara que ao longo do ano isso se converta em ações de entendimento. 

Revista
Circulará no próximo dia 4 a terceira edição da Revista Diário, que vai às bancas todo começo de mês. Na reunião de pauta, ontem, 24, para definição da edição 004, muitos temas importantes foram levantados. 

Posição
“Tenho pedido paciência aos políticos”. Foi o que disse durante a semana o governador Waldez Góes, do PDT, sobre a composição de seu secretariado, considerado mais técnico do que propriamente político. Os compromissos com aliados se revertem em indicações, mas com gestores de perfil técnico.
QuedaO ano 2014 registrou queda do 12% no uso de computadores para acessar à internet, cada vez mais deslocados pelo uso de smartphones e tablets. O levantamento diz ainda que o uso dos dispositivos móveis cresceu 61% na América Latina. O uso do smartphone cresceu bem por cima dos tablets. Tecnologia.

Louvável
Em carta enviada ao colunista, o desembargador Luiz Carlos Gomes agradece o tratamento respeitoso e cordial que recebeu quando no exercício da magistratura. O belo gesto denota a grandeza desse brasileiro muito digno que acaba de se aposentar ao deixar a Presidência do Tjap.

domingo, 25 de janeiro de 2015

A CONQUISTA DO CHUÍ: Uma rota turística de norte a sul do Brasil

A foto histórica da realização de uma aventura do tamanho do país no Arroio Chuí, ponto mais ao sul do Brasil. Os pilotos do Amapá fazem história e promovem como destino turístico o estado onde começa a nação, no marco norte de Oiapoque.
Cleber Barbosa
Editor de Turismo

Uma nova conquista do Arroio Chuí, no Extremo Sul do Brasil. Mas não se trata de uma conquista pela força, não era guerra. Uma conquista pelo carisma. Além do enorme apelo geográfico e turístico que a marca “Do Oiapoque ao Chuí” empresta à expedição idealizada pelo empresário Manoel Mandi, que é presidente do Jeep Clube de Macapá. Os aventureiros terminaram na quinta-feira, dia 22 de janeiro, a viagem iniciada no dia 05 deste mês na divisa do Brasil com a Guiana Francesa.
Só a mobilização das mais de 300 cidades visitadas pela expedição já teria valido a pena. Mas não foi só isso. Pelo que dizem os pilotos Manoel Mandi, José Maria Esteves, Otávio Neto e Vilmar Walendowsky, além dos copilotos Alan Souza, Adenildes Esteves, Humberto Rezini e Eduardo Júnior, bem como o mecânico José de Andrade, o popular Papagaio. “Por onde a gente passava as pessoas queriam tirar fotos, especialmente com os jipes, que chamam muito a atenção por serem antigos”, diz Mandi.
Jipeiros amapaenses Otávio e Dudu
Mecânico Papagaio
Emoções - O também empresário José Maria Esteves, que pilotava um Jeep Willys 1951, diz que essa foi a maior expedição que já fez e considera ter valido muito à pena. “Foi uma demonstração de muita coragem, de arrojo de nossa parte, então a concretização dessa viagem, a emoção de chegar ao Chuí foi alguma coisa que não dá para definir em palavras, toda a emoção, toda a alegria de realmente chegar ao ponto mais meridional do Brasil”, derrete-se o piloto.
Ele e sua esposa Adenildes fizeram todo o trajeto no velho jipe, que não tem direção hidráulica, ar-condicionado, freios ABS ou outros recursos das novas tecnologias embarcadas nos utilitários de hoje. “O companheiro Mandi, que vai retornar a Macapá numa picape Amakok certamente vai sentir muita diferença na viagem, mudando do passado para o presente, uma dupla experiência”, disse o piloto que agradeceu ao amigo pelo convite e o desafio de cumprir o gigantesco trajeto: “Agradeço pessoalmente por toda a determinação que ele teve, bem como aos demais companheiros de viagem, sobretudo o mecânico Papagaio, que foi incansável nessa aventura e às duas mulheres guerreiras”.
Por fim, Manoel Mandi disse que ter concretizado o projeto da viagem foi mais do que a realização de um sonho pessoal. “Foi uma expedição que marcará para o resto da minha vida minha relação com o Jeep, o carro em que eu aprendi a dirigir quando ainda era um garoto e que ainda faz parte da minha vida”, disse o presidente do Jeep Clube.

“Acho que não vou mais conseguir correr”.
"Mais que a realização de um sonho pessoal, foi uma expedição que me marcará para o resto da minha vida".
Manoel Mandi, jipeiro.
Uma grande contribuição que a Expedição do Oiapoque ao Chuí está dando tem a ver com a segurança no trânsito. Ocorre que o Jeep Willys é tido como um veículo de mais força do que propriamente velocidade. Ele nem foi projetado para longas viagens, mas sim para vencer trechos de estrada ou mesmo trilhas de difícil acesso, como os cenários de uma guerra. Neste sentido, a velocidade média da expedição foi de 60 km/h, segundo conta o piloto Manoel Mandi. Ele diz ter mudado seus conceitos desde então. “Me acostumei a andar a 60 por hora, acho que não vou mais conseguir correr em outras viagens”, diz.
E isso pode virar objeto de uma campanha educativa, pois as autoridades locais manifestaram interesse nessa constatação de que devagar é mais certo de chegar a seu destino, já que com velocidades mais altas, os riscos de se envolver num acidente de trânsito são bem maiores. Os jipeiros amapaenses também são engajados em muitas ações sociais, como transporte de equipes de saúde nas campanhas de vacinação das crianças, bem como transporte de donativos à vítimas de enchentes e outras mazelas que assolam as comunidades mais carentes do interior do Amapá.

Jipeiros levam água do Rio Oiapoque para ser misturada à do Arroio Chuí
"Foi uma demonstração de muita coragem, de arrojo de nossa parte e valeu a emoção de chegar até o Chuí".
José Maria Esteves, jipeiro.
Numa feliz iniciativa, os participantes da expedição “Do Oiapoque ao Chui” decidiram levar uma garrafa com a água do Rio Oiapoque para ser misturada à do Arroio Chuí, no outro Extremo do Brasil. José Maria Esteves, que teve essa brilhante ideia, diz que apenas a metade do frasco foi atirada no riacho que banha o Chuí. “Como símbolo de união entre o norte e o sul, com a miscigenação de nossa vasta cultura, num simbolismo de um abraço de fraternidade de todo mundo, mas a outra metade foi guardada para ter como recordação, vai ficar guardada na sede dos jipeiros de lá, com um rótulo fazendo menção à presença dos jipeiros amapaenses no Chui”, explica Esteves.

Embaixadores - Mas não foi apenas a água do Oiapoque que fazia parte da bagagem dos jipeiros do Amapá. Também reuniram impressos e muito material promocional do turismo tucuju, como exemplares de um livro sobre o fenômeno natural da Pororoca, artesanato e miniaturas de telas do artista plástico Wagner Ribeiro. Receberam das mãos de autoridades amapaenses exemplares de bandeiras oficiais do estado, de Macapá e de Oiapoque. Entre os objetivos da viagem estava o de divulgar o Amapá como destino turístico.
No encontro que tiveram na passagem por Macapá, os jipeiros anunciaram que durante a viagem realizariam gestões junto a outros jipeiros do país no sentido de retribuírem a visita vindo ao Amapá durante o Fest Jeep no Meio do Mundo, que acontece em setembro no Complexo Turístico do Marco Zero do Equador, em Macapá. “Os prefeitos de Brusque, em Santa Catarina e de Chuí se comprometeram a visitar nosso estado por ocasião do nosso grande evento”, concluiu Mandi.

CURIOSIDADES
Beto e Negão, de Brusque (SC) que integravam a Expedição
- A distância em linha reta entre Chuí (Rio Grande do Sul) e Oiapoque (Amapá) é 4180.41 km, mas a distância de condução é 5.577 km.
- O Chuí é a cidade mais meridional do país, a qual faz fronteira com a cidade do Chuy, no Uruguai.
- Possui uma população de 5.919 habitantes, constituída por brasileiros, uruguaios e árabes palestinos (estes últimos muito ligados ao comércio). .

6.000Km
Estimativa da distância a ser percorrida entre Oiapoque e o Chui.

OIAPOQUE

“Entendo que as aulas deverão começar quando tivermos merenda nas escolas”

Conceição Medeiros. A educadora dá o exemplo e pilota um verdadeiro mutirão de limpeza da Secretaria de Educação.
Tida como uma gestora pragmática e arrojada, a nova titular da Secretaria Estadual de Educação (SEED) arregaça as mangas e abre uma temporada de ações em regime de mutirão. A professora Conceição Medeiros esteve à frente de uma grande ação de faxina, com remoção de entulhos e tudo que possa representar riscos ao mosquito transmissor da dengue, em todo o complexo da Secretaria, na Avenida FAB. Foi nesse ambiente que ela recebeu a reportagem do Diário do Amapá para uma entrevista sobre os desafios de atender a maior clientela de todas as pastas do Executivo Estadual. Falou das dívidas deixadas pela gestão anterior e de como isso está prejudicando drasticamente o planejamento para a retomada das aulas no ano letivo de 2015. Os principais trechos o Diário publica a seguir.

Cleber Barbosa
Da Redação

Diário do Amapá – A senhora fez questão de estar à frente da equipe da Secretaria Estadual de Educação num verdadeiro mutirão de limpeza do prédio onde funciona a sede administrativa do órgão neste fim de semana. Como surgiu essa ideia secretária?
Conceição Medeiros – Neste sábado estamos nessa missão de fazer uma limpeza geral na secretaria para realmente tirar todo o lixo que nós encontramos e assim contribuir também com a saúde pública e com a saúde do trabalhador, pois a dengue está aí e nós precisamos dar o exemplo.

Diário – Mais ou menos aquela máxima de que a palavra convence, mas o exemplo arrasta, é por aí que passa essa iniciativa?
Conceição – Sim, a Educação não pode falar dessas prevenções, pedir o apoio da comunidade, se aqui dentro nós estávamos com muito lixo ao redor dos prédios, além da área interna da própria secretaria. Ela precisa ser uma secretaria que atraia as pessoas a virem para cá, com boas ideias, contribuições, esperança.

Diário – A situação estava feia por lá secretária? Muita sujeira?
Conceição – Um aspecto triste, até com a própria cor da secretaria, as paredes, com limo, então arrumamos um lava-jato e ajuda de pessoal, mesmo sem o pagamento das serventes e merendeiras, essas profissionais se dispuserem a trabalhar conosco e é isso aí, eu me orgulho de estar numa secretaria onde eu tenho uma equipe com todos e por todos. É assim que nós trabalhamos, com esse lema.

Diário – Dizem que toda mudança para uma casa nova deve ser precedida de uma boa lavagem do imóvel...
Conceição – Nós acreditamos que na segunda-feira um outro aspecto na Secretaria de Educação para atender a nossa população. Quero salientar que essa iniciativa não para por aqui, neste fim de semana, queremos repetir essas ações de limpeza pelo menos de quinze em quinze dias em todo o prédio da Secretaria e conclamar aos demais gestores das unidades a fazerem o mesmo.

Diário – Por falar nessa questão das pendências que ficaram do ano passado com os colaboradores da Educação, especialmente os prestadores de serviço que são terceirizados, houve uma outra iniciativa no sentido de arrecadar donativos como cestas básicas, como surgiu essa ideia secretária?
Conceição – É, nossa filosofia é no sentido de humanizar o atendimento, as relações interpessoais, o contato no dia a dia com os usuários da rede estadual de ensino. Então não podemos manter companheiros com fome, então nós contamos com a solidariedade dos companheiros daqui da Seed e conseguimos montar cestas de alimentação diversificada, além de juntamente com frangos, para que possa amenizar essa situação. Nós não gostaríamos de estar nesse momento ofertando cestas básicas, nós queríamos que eles [os trabalhadores] estivessem com seu dinheiro na mão, pois com seus próprios recursos poderiam administrar e fizessem o que melhor lhe convier, mas com certeza o mês de janeiro do governo Waldez nós já faremos o pagamento desses trabalhadores que são mais que merecedores.

Diário – De quantos meses exatamente eles reclamam não estarem recebendo esses pagamentos secretária?
Conceição – Olha, uns tem três meses, outros quatro meses de pagamentos atrasados, mas há casos de até sete meses de atraso. Então lamentavelmente nós encontramos esse quadro realmente muito triste, difícil de entender.

Diário – Como diria o então prefeito de Macapá e hoje vice-governador Papaléo Paes vocês estão fazendo das tripas coração para dar conta do enorme desafio não é secretária? Parabéns pela iniciativa!
Conceição – Muito obrigada, como disse, não queríamos ter que recorrer a esse tipo de ação, pois o trabalho dignifica o homem e a concretização dessa máxima é o pagamento dos proventos a que faziam jus.

Diário – Já há previsão de quando será aberto o ano letivo na rede estadual de educação secretária?
Conceição – Sim, o calendário aprovado no Conselho Estadual de Educação é 23 de fevereiro, essa é a data prevista para a retomada das aulas. Porém, nós entendemos que as aulas deverão começar quando nós tivermos a merenda nas escolas, as serventes e merendeiras já com seus pagamentos atualizados, como também os transportadores. Pois no ano passado, no final do quatro bimestre, houve um grande prejuízo em função do não pagamento aos transportadores, que estão seis meses sem receber.

Diário – Seis meses é muito tempo, não é mesmo?
Conceição – O segundo semestre foi seriamente prejudicado, as crianças e os usuários foram seriamente prejudicados na questão do cumprimento do ano letivo.

Diário – A gente tem a informação de que sua equipe também está se esmerando em realizar um levantamento a respeito das condições da estrutura física de toda a rede de escolas espalhadas pelo interior do estado, afinal isso também será determinante para a retomadas as aulas, correto?
Conceição – Com certeza. Temos um prazo para fechar tudo isso até o dia 15 de fevereiro, com o resultado dessas auditorias do Oiapoque a Laranjal do Jari, pois nossas equipes estarão acompanhadas da Controladoria do Governo do Estado, quando teremos em todo o interlã amapaense cinco equipes, capitaneada, como disse, por técnico da Controladoria do Estado, para que possamos ter a real condição da Secretaria, em termos de pessoal, de vigilantes, serventes, merendeiras, transporte, enfim, nós precisamos ter um domínio disso, precisamos o que temos e o que precisamos ampliar ou até mesmo onde precisamos diminuir.

Diário – Uma última informação secretária, os pais ou responsáveis de alunos que por ventura não conseguirem as vagas anunciadas na Chamada Escolar ou mesmo nos diversos sorteios que muitas instituições de ensino realizam como devem proceder para garantir a matrícula das crianças?
Conceição – Após esse período das matriculas devem procurar uma central de vagas que funciona no Escola Gabriel de Almeida Café, no Centro, onde está sendo providenciado um cadastro reserva, quando deveremos apresentar o resultado desse levantamento entre os dias 9 a 13 de fevereiro.

Perfil

Entrevistada. Conceição Corrêa Medeiros, tem 63 anos de idade, é pedagoga com especialização de Planejamento em Políticas Públicas e em Planejamento Educacional. Foi diretora do Instituto de Educação do Estado do Amapá e também secretária municipal de Educação de Macapá, na gestão do prefeito Roberto Góes. Tida e havida como empreendedora e pragmática, tocou projetos arrojados e importantes na pasta, garantindo grande aceitação e também reconhecimento popular, como o projeto “Escola Viva”, que garantia três refeições aos alunos da rede municipal de educação, além de cestas de alimentação complementar nos meses de férias, bem como fardamento e material escolar de graça para os estudantes.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Ex secretária de Clécio teria feito acordo da "delação premiada" com a Polícia Federal.

A ex-secretária de Ação Social e Trabalho da Prefeitura de Macapá, Eliane Gonçalves, foi libertada pela Polícia Federal neste fim de semana, mediante um acordo de "delação premiada", segundo o Blog apurou agora há pouco. Ela teria revelado os detalhes do esquema criminoso que fraudou o programa Bolsa Família, do Governo Federal. Ela pode ter entregue quais seriam os verdadeiros beneficiados com a inclusão de 800 novas famílias no programa de transferência de renda.

A Superintendência de Polícia Federal no Amapá deflagrou na manhã do dia 21/01/2015 a “Operação Limos” que tem o objetivo de desarticular o que define como uma "organização criminosa" que fraudava o cadastro de benefícios do Programa Bolsa Família.

O nome da Operação é uma referência ao personagem da mitologia Grega “LIMOS”, espírito que personificava à fome, sendo que o Programa Bolsa Família faz parte das ações do Governo Federal de combate à fome e à miséria.

O esquema criminoso consistia no direcionamento de pessoas por meio da distribuição de “papéis” com carimbos e assinaturas dos integrantes quadrilha e estes “documentos” funcionavam como “senhas” para que “certas” pessoas (famílias) fossem cadastradas e, posteriormente, inseridas no sistema do Programa Bolsa Família em Macapá–AP de forma indevida e/ou ilegal. Com os “carimbos/senhas” em mãos as “pessoas escolhidas” eram direcionadas para os órgãos de atendimentos, sem que, contudo, precisassem passar por qualquer espécie de fiscalização e/ou controle, conforme determinado por lei, bem como eram dispensadas dos preenchimentos dos formulários obrigatórios estabelecidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Ainda segundo a PF, a investigação teve início em outubro de 2014 e identificou como autores das fraudes 07 (sete) Servidores Públicos do município de Macapá–AP, além de 02 (duas) Secretárias Municipais da gestão da atual Prefeitura de Macapá.

Foram expedidos pelo Juízo da 4ª Vara Federal de Macapá 03 (três) Mandados de Prisão Temporária, 14 (quatorze) Mandados de Busca e Apreensão, 06 (seis) Mandados de Condução Coercitiva e 09 (nove) medidas cautelares para afastamento de função pública.

Estima-se que cerca de oitocentas a mil famílias foram cadastradas de forma irregular no Programa Bolsa Família e que o prejuízo decorrente das fraudes ultrapasse o valor de um milhão e setecentos mil reais caso os benefícios não sejam suspensos. O pagamento dos benefícios ocorreria a partir de fevereiro de 2015.

Para a apuração da dimensão da fraude a Polícia Federal conta com o auxílio da Controladoria Geral da União. Os envolvidos nas fraudes respondem pelos crimes de inserção de dados falsos em sistema de informações (artigo 313 – A do CP), Estelionato contra entre público federal (artigo 171, § 3º, do CP). Falsificação de documento público (artigo 297 do CP), Falsidade ideológica (artigo 299 do CP), Peculato (artigo 312 do CP), Organização criminosa, artigo 2º, § 4º, II, da Lei 12.850/2013, Corrupção passiva (art. 317 do CP), corrupção ativa (art. 333 do CP), Prevaricação (artigo 319 do CP), com penas que podem alcançar 66 (sessenta e seis) anos de prisão.

No 2014 o uso de computadores caiu na América latina, aponta pesquisa.

Importante queda no uso de computadores na América Latina


O ano 2014 registrou queda do 12% no uso de computadores para acessar à Internet, cada vez mais deslocados pelo uso de smartphones e tablets.

O uso dos dispositivos móveis cresceu 61% na América Latina. O uso do Smartphone cresceu bem por cima das tablets. Veja no relatório o top 10 dos países com maior crescimento no uso de dispositivos móveis do continente todo.

No relatório analisamos uma mostra das visitas desde dispositivos móveis (smartphones e tablets), dos mais de 50 milhões de usuários. O resultado foi contundente: o uso do computador de mesa (desktops) caiu 11.3%, do celular (smartphones) cresceu 70.1% e o uso das tablets 32%.

Navegar no mapa interativo do Invasâo Mobile 2014 (www.guialocal.com.br/lp/invasao-mobile2014.html)


“Temos visto países como Nicarágua, em anos anteriores sem nenhuma medição, posicionando-se como o país de maior crescimento, enquanto grandes mercados como a Argentina ou México mostram sinais claros de ter passado os primeiros estágios da adoção dessas novas tecnologias”, disse Mariano Soler, CMO de GuiaLocal.com (www.guialocal.com.br/lp/invasao-mobile2014.html)

O estudo permitiu determinar que o uso de dispositivos móveis representa o 25,9% do tráfego total anual, isso gerou a necessidade de adaptação às novas tecnologias por parte dos criadores de websites. Este é o ranking dos países com maior crescimento no uso de dispositivos móveis da região. Veja os percentagens de crecimiento do primeiro semestre de 2014, em comparação com 2013.


Nicarágua lidera com um crescimento anual de 123% também com o maior crescimento no uso do celular na América Latina. Brasil está entre os países com menor crescimento pois mostrou apenas 9%. Alguns países, como Guatemala, Equador e Honduras, surpreenderam com o seu crescimento. Durante o 2013 não conseguiram entrar no ranking e este ano mostram um aumento considerável de 100% em alguns casos.

GuiaLocal
Lic. Melisa Piccinetti  |   Content Manager
Publica GRATIS tu comercio

Sobre GuiaLocal.com:

GuiaLocal é o maior guia online de estabelecimentos da Ibero-América, onde mais de 8 milhões de usuários mensais, encontram informação completa sobre lojas, produtos e serviços.

Permite aos anunciantes aumentar suas vendas, promover suas marcas e chegar perto dos clientes, através das versões: Online e Mobile.

GuiaLocal.com está baseado no modelo de negócio “Freemium”, onde o pequeno comerciante pode divulgar grátis seu estabelecimento em qualquer um dos 21 paises. Além da publicação gratuita, oferece o pacote Premium, um serviço criado para promover estabelecimentos em destaque nas regiões mais visitadas do GuiaLocal.com. O comerciante pode levar sua marca, produto ou serviço diretamente aos clientes. GuiaLocal Premium se tornou a primeira solução integral da região.