Este Blog é destinado a compilar idéias, notícias, textos, pensamentos, reflexões a respeito do quanto é importante que autoridades, políticos, lideranças comunitárias, jornalistas e a comunidade em geral possam pensar juntos soluções para o Estado do Amapá. Sem ataques a pessoas, partidos, instituições ou governos, mas analisando e levando o internauta leitor a tirar suas próprias conclusões.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Viajar nesta baixa temporada custa até 30% mais barato que 2014, aponta CVC

Uma pesquisa de preços realizada pela maior operadora de viagens das Américas aponta que arrumar as malas para embarcar entre agosto e novembro está mais barato do que o ano anterior
Imagem
O valor do pacote para Maceió (AL) teve uma redução de 30% em relação à baixa temporada de 2014
Agosto marca o início da baixa temporada do turismo no Brasil e a boa notícia é que neste ano, em função das promoções feitas em grande escala pelas redes hoteleiras e companhias aérea s, os pacotes de viagens estão, em média, até 30% mais baratos que o mesmo período de 2014. A redução está relacionada à meta dos hotéis em manter a ocupação em alta em um período que, tradicionalmente, a movimentação já é menor.
A constatação é baseada em um levantamento feito pela CVC, maior operadora de viagens das Américas, que tem conseguido reverter descontos para os consumidores e criar "pechinchas", a exemplo dos pacotes nacionais com parcelas mensais a partir de R$ 36, como custa um fim de semana no Rio de Janeiro.
Segundo explica Valter Patriani, Vice-Presidente de Vendas, Produtos e Marketing da CVC, as reduções têm conseguido manter as vendas aquecidas. A operadora registrou alta de 12,1% em reservas confirmadas neste 1º semestre de 2015, na comparação com o mesmo período de 2014.
O executivo explica que o setor de turismo tem resiliência: as famílias já incorporaram o hábito da viagem na cesta de consumo e a experiência da CVC mostra que os clientes adaptam a viagem ao seu orçamento. 
Ou seja, o "destino dos sonhos" está sendo substituído, atualmente, pelo "destino que cabe no bolso", e neste sentido os destinos turísticos que oferecem a melhor relação custo x benefício ganham destaque.
É por isso também que, além dos pacotes de 8 dias que visam atender aos consumidores de férias, estão surgindo os roteiros reduzidos, para as "viagens de escapada", com duração de 3 e 4 dias. São opções de viagens que também visam ampliar a frequência de viagens entre os consumidores, além das férias.
Quase 40% dos clientes que viajam com a CVC ao longo do ano optam por viajar no período da Baixa Temporada no Brasil, que compreende os meses de abril a junho e de agosto a novembro. Além de gastar menos, viajar na baixa temporada tem outra série de vantagens: os aeroportos estão mais tranquilos; as atrações sem filas; áreas de lazer e alimentação dos hotéis menos disputadas e as praias, mais calmas.
Os pacotes de viagens da CVC para a Baixa Temporada podem ser personalizados de acordo com as preferências de cada cliente, e parcelados em até 10x sem juros, no boleto bancário ou cartão de crédito. Mais informações, consulte a loja da CVC mais próxima em www.cvc.com.br/lojas.
Comparativo - Baixa temporada 2014 x 2015

Maceió (30%)
Pacote de 8 dias com passagem aérea ida e volta + hospedagem com café da manhã + traslados + City Tour e passeio ao Litoral Sul
2014: R$ 1.298, por pessoa em apartamento duplo
2015: R$ 998, por pessoa em apartamento duplo

Fortaleza (30%)
Pacote de 8 dias com passagem aérea ida e volta + hospedagem com café da manhã + traslados + City Tour e passeio a Praia de Cumbuco
2014: R$ 1.398, por pessoa em apartamento duplo
2015: R$ 988, por pessoa em apartamento duplo

Foz do Iguaçu (26%)
Pacote de 4 dias com passagem aérea ida e volta + hospedagem com café da manhã + traslados + Passeio pelas Cataratas do Iguaçu - lado brasileiro (ingresso não incluso), visita panorâmica na Hidrelétrica de Itaipu (com ingresso) e transporte gratuito ao Duty Free Shop Argentina
2014: R$ 938, por pessoa em apartamento duplo
2015: R$ 698, por pessoa em apartamento duplo

Porto de Galinhas (27%)
Pacote de 8 dias com passagem aérea ida e volta + hospedagem com café da manhã + traslados
2014: R$ 1.718, por pessoa em apartamento duplo
2015: R$ 1.258, por pessoa em apartamento duplo

Confira as opções da CVC para a baixa temporada com parcelas MENSAIS até R$ 99:
(Os valores consideram saídas de São Paulo. Para consultar preços com saídas de outras regiões, favor solicitar à assessoria de imprensa)

Rio de Janeiro c/Petrópolis (Rodoviário)
Duração: 3 dias / 1 diária
Saídas: finais de semana de agosto
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 44,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Transporte ida e volta em ônibus de turismo + acompanhamento de guia + 01 noite no Hotel Windsor Guanabara. Passeios no Rio de Janeiro e Petrópolis
Informações: www.cvc.com.br

Caldas Novas (Rodoviário)
Duração: 5 dias / 3 diárias
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 65,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Transporte ida e volta em ônibus de turismo, acompanhamento de guia, 03 noites no hotel Golden Express + café da manhã e Passeios em Caldas Novas e Hot Park. Não inclui ingressos.
Informações: www.cvc.com.br

Porto Seguro
Duração: 05 dias/ 04 noites
Saída: todas as quintas e domingos a partir de 2 de agosto
Valor: 10x sem juros de R$ 59 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Passagem aérea, transporte aeroporto/hotel/aeroporto, 4 noites de hospedagem com café da manhã e passeio.
Informações: www.cvc.com.br

Foz do Iguaçu
Duração: 4 dias/ 3 noites
Saída: 20/08
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 69,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Passagem aérea ida e volta, traslado aeroporto/hotel/aeroporto, 3 noites de hospedagem com café da manhã no Hotel Mirante, Passeios: Cataratas Brasileiras (Ingresso Não Incluso) +  Visita Panorâmica Na Hidrelétrica De Itaipu (Ingresso Incluso), Visita Ao Vale Dos Dinossauros (Não Inclui Ingresso) + Transporte Gratuíto Ao Duty Free Shop Argentina.
Informações: www.cvc.com.br

Caldas Novas
Duração: 4 dias/ 3 noites
Saída: 27/08
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 69,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Passagem aérea ida e volta, traslado aeroporto/hotel/aeroporto, 3 noites de hospedagem com café da manhã no Hotel Hot Star, Passeio pela cidade e 2 dias de ingresso para o Water Park.
Informações: www.cvc.com.br

Camboriú e Praias
Duração: 4 dias/ 3 noites
Saída: 05/08
Valor: a partir de 10x de R$ 69,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Passagem aérea ida e volta, traslado aeroporto/hotel/aeroporto, 3 noites de hospedagem com café da manhã no Hotel Ryan e Passeio em Blumenau.
Informações: www.cvc.com.br

Cidades Históricas de Minas Gerais (Rodoviário)
Duração: 5 dias / 3 diárias
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 77,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Transporte ida e volta em ônibus de turismo + acompanhamento de guia + 03 noites com café da manhã + Passeios em Belo Horizonte, Congonhas do Campo, Sabará, Gruta de Maquiné, Gruta Rei do Mato, Ouro Preto, Mariana, Tiradentes e São João del Rei.Informações: www.cvc.com.br

Curitiba com Ilha do Mel (Rodoviário)
Duração: 5 dias / 3 diárias
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 81,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Transporte ida e volta em ônibus de turismo + acompanhamento de guia + 03 noites no Hotel Del Rei com café da manha + passeios em Curitiba, Morretes, Paranaguá, Trem pela serra do mar e travessia de barco a paradisíaca Ilha do Mel.
Informações: www.cvc.com.br

Blumenau e Beto Carrero (Rodoviário)
Duração: 5 dias / 3 diárias
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 87,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Transporte ida e volta em ônibus de turismo + acompanhamento de guia + 04 noites no Hotel Himmelblau + café da manhã + passeios em Blumenau, Parque Beto Carrero World, Parque Unipraias em Balneário Camboriú. Não inclui ingressos.
Informações: www.cvc.com.br

Salvador
Duração: 08 dias/ 7 noites
Saída: 26/09
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 96,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Passagem aérea, transporte aeroporto/hotel/aeroporto, 7 noites de hospedagem com café da manhã no hotel Sol Plaza Sleep e passeio pelas praias
Informações: www.cvc.com.br

Maceió
Duração: 08 dias/ 7 noites
Saída: 24/11
Valor: a partir de 10x sem juros de R$ 99,80 por pessoa em apartamento duplo
Inclui: Passagem aérea, transporte aeroporto/hotel/aeroporto, 7 noites de hospedagem com café da manhã no hotel Lagoa Mar e  Passeio pela cidade e litoral sul.
Informações: www.cvc.com.br

Outras informações à imprensa:
CVC - Comunicação Corporativa
imprensa@cvc.com.br
(11) 2123-2195 e (11) 2123-215

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Em atitude nobre, atleta espanhol se recusa a vencer líder africano que parou por regando em corrida

ivan_fernandez
O atleta espanhol Ivan Fernández Anaya, de 24 anos, não venceu a prova de cross country de Burlada, em Navarra, no último dia 2, mas até hoje está sendo cumprimentado, elogiado, aclamado por sua atitude de honestidade durante o evento.
O atleta queniano, Abel Mutai, medalha de ouro nos 3000m com obstáculos em Londres, estava prestes a ganhar a corrida.
Mas parou no lugar errado, achando que tinha alcançado a linha de chegada.

Ivan Fernández Anaya, o segundo colocado, se aproximou e, em vez de ultrapassá-lo, alertou o líder sobre o equívoco e o conduziu para confirmar sua vitória.

Em outras palavras Ivan negou-se a conquistar a prova.
Ele estava a 10 metros da bandeira da chegada e não quis aproveitar a oportunidade para acelerar e vencer.

Gesticulando, para que o queniano compreendesse a situação e quase empurrando-o levou-o até o fim, Ivan Fernandez deixou o colega vencer a prova como iria acontecer se ele não tivesse se engado sobre o percurso.

corredor_honesto
Ivan, que é considerado um atleta de muito futuro (campeão da Espanha nos 5.000 metros, na categoria há dois anos) ao terminar a prova, disse: "Ainda que tivesse me dito que ganharia uma vaga na Seleção espanhola para disputar o Campeonato Europeu, eu não teria me aproveitado . Acho que é melhor o que eu fiz do que se tivesse vencido nessas circunstâncias. E isso é muito importante, porque hoje, como estão as coisas em toda sociedade, no futebol, no sociedade, na política, onde parece que vale tudo, um gesto de honestidade vai muito bem. "

Tantos dias depois do ocorrido, a história continua sendo exaltada no noticiário e nas redes sociais.

Neste sábado, em seu blog, Fernández comentou a repercussão de sua atitude, que continua sendo elogiada duas semanas depois.

"Hoje está sendo um dia especial para mim --ou melhor, muito especial-- nunca pude pensar que meu gesto com Mutai chegaria aonde está chegando. Estou em uma autêntica nuvem, são muitos os comentários, entrevistas, reportagens sobre o sucedido. Queria agradecê-los por tudo o que vocês fizeram por mim", escreveu.

O que chamou a atenção de todos foi algo que deveria ser básico no ser humano, mas tem sido exceção: a honestidade.

"Eu não merecia ganhar dele. Fiz o que tinha que fazer", afirmou Fernández em declaração reproduzida pelo jornal 'El País', da Espanha.  

Com informações da Folha

 

- See more at: http://www.sonoticiaboa.com.br/noticia.php?i=2691#sthash.48tra8qj.dpuf

terça-feira, 28 de julho de 2015

Fortaleza de carro: dez dicas para uma viagem prazerosa e segura

Praia de Canoa Quebrada, um dos cartões-postais de Fortaleza
Agitada e badalada, Fortaleza é um daqueles lugares que merecem ser visitados ao menos uma vez na vida. Muito procurada por turistas, a capital do Ceará faz muito sucesso pelas belas praias que, além de deslumbrantes, contam com a presença do sol durante o ano inteiro.
No entanto, a cidade cearense vai muito além de calor, sombra e água fresca. Com inúmeras atrações e pontos turísticos para conhecer, a Rentcars.com, agência de viagens online especializada em aluguel de carros, preparou dicas de passeios exclusivos para se fazer em Fortaleza e em algumas regiões bem conhecidas do Ceará.
“Ter um carro à disposição em uma viagem é, sem dúvidas, uma comodidade para o turista. Ainda mais se ele estiver no Ceará, pois as mais belas praias cearenses ficam em outros municípios, como a famosa Praia de Jericoacoara, localizada a 297 KM de Fortaleza. Por isso é de grande valia um meio de transporte que não dependa de horários, como ônibus, por exemplo”, comenta Francisco Millarch, CEO da Rentcars.com
Veja as dicas que a Rentcars.com separou para você que escolheu Fortaleza como destino:
1-   Aprecie a vista de dentro do carro
Bem, para começar, que tal apreciar as belas paisagens de Fortaleza enquanto dá uma voltinha de carro pela Orla da Praia? Não será uma má ideia!
2-   Praia do Futuro
Que tal dar um mergulho? Ideal para quem não deseja ir muito longe, a Praia do Futuro é uma ótima pedida para relaxar na capital cearense.
3-   Pôr do sol na Praia de Iracema
Certamente você já ouviu falar na Praia de Iracema. Ela é muito famosa por conta do nome, já que foi inspirado em Iracema, obra do escritor José de Alencar. A praia de Iracema hoje é um lindo lugar para apreciar o pôr do sol e as quentes noites cearenses. Opções de bares e restaurantes por lá é que não faltam para curtir esse belo fim de tarde.
4-   Lazer em Fortaleza
Em Fortaleza há muito o que se fazer à noite. As opções de lazer são bem variadas e atendem a todos os estilos e bolsos. Os mais agitados, por exemplo, não podem perder os badalos do Bar do Pirata às segundas-feiras, as deliciosas cascas de siri do Chico do Caranguejo e a famosa balada de forró “Arre Égua”.
5-   Cultura em Fortaleza
Além dos bares, baladas e praias, Fortaleza também conta com atrações turísticas e passeios culturais, como o Centro Cultural Dragão do Mar, o Teatro José de Alencar e a Catedral Metropolitana de Fortaleza.
Quer pegar uma praia mais tranquila e se desvencilhar da badalação de Fortaleza? Os municípios próximos podem ser a solução.  
6-   Canoa Quebrada
Deslumbrante e afrodisíaca, Canoa Quebrada é um verdadeiro paraíso para os amantes de altas temperaturas. As dunas, falésias e praias da região proporcionam um visual incrível e uma experiência única ao turista. Situada a 165 km de Fortaleza, Canoa Quebrada é, sem dúvidas, um dos lugares mais bonitos do Ceará.
7-   Jericoacoara
Jericoacoara está longe de ser uma praia comum. O lugar é simplesmente fantástico! Tanto é que, em 1994, o jornalThe Washington Post classificou a praia cearense com uma das dez mais bonitas do planeta. Cerca de 20 anos depois, o portal de notícias americano The Huffington Post selecionou Jericoacoara como a quarta melhor praia do mundo. Bem, com tantas recomendações assim, está claro que o lugar não deve ficar de fora do seu roteiro. Jericoacoara fica a 300 km de Fortaleza!
8-   Praia de Lagoinha
Essa praia será capaz de deixar você de queixo caído. Conhecida na região como mini Jericoacoara, a Praia de Lagoinha deslumbra os turistas com suas lagoas de água doce e uma paisagem digna de cinema. Com águas bem clarinhas e uma areia de tonalidade bem escura, acredita-se que existam tesouros enterrados por lá, já que a Praia de Lagoinha era um porto de piratas franceses. 
9-   Praia de Morro Branco
Se você busca tranquilidade e belas paisagens, essa praia é uma ótima dica. Situada a apenas 91 km de Fortaleza, a Praia do Morro Branco se destaca pelos labirintos formados em meio a erosão das falésias e pelas belas dunas. O lugar também é famoso por proporcionar um belíssimo pôr do sol se visto do alto das formações rochosas.   
10-  Beach Park
Prefere as piscinas? O Beach Park é uma ótima opção para todas as idades e esteja você viajando com amigos ou com a família. Este parque aquático mescla em seu território de 20.000 m² piscinas, praias, hotéis, resorts, restaurantes e muitas outras atrações.  Situado na Praia Porto das Dunas, o maior parque aquático da América Latina fica a apenas 15 km de Fortaleza! Convenhamos, de carro isso não é nada!
DICA BÔNUS
Pelo site da locadora (www.rentcars.com) é possível parcelar reservas internacionais em até 12 vezes no cartão de crédito e não pagar a alíquota de 6,38% para operações de crédito no exterior (IOF), pois toda a transação é feita no Brasil. Além disso, é possível pagar a locação no boleto bancário com desconto, para não comprometer o limite do cartão que será utilizado como garantia.
Sobre a Rentcars.com– Criada em 2009, a Rentcars.com é uma OTA (Online Travel Agency) especializada em locações de veículos, cuja proposta é oferecer aos seus clientes e parceiros os melhores serviços online. A Rentcars.com também conta com uma Central de Reservas própria com profissionais qualificados para atendimento ao cliente. A Rentcars.com realiza reservas na América do Sul, na América do Norte e na Europa, e trabalha com todas as principais locadoras do Brasil e do mundo. A empresa é referência em tecnologia e inovação, sempre proporcionando aos seus clientes as melhores opções, comodidade e a garantia do menor preço. Mais informações e reservas em www.rentcars.com ou pelo telefone 4003-RENT (7368) ”
Informações para a Imprensa:
B4T Assessoria + Comunicação (11) 2307-3503
Beatriz Dias – beatriz@b4t.com.br
Rodrigo Andrade – rodrigo@b4t.com.br
Osmar Maduro osmar@b4t.com.br

Atletas militares conquistam 48% das medalhas brasileiras nos Jogos Pan-Americanos de Toronto

pant_inter1.jpgBrasília, 27/07/2014 - Os atletas que representaram as Forças Armadas nos Jogos Pan-Americanos de Toronto obtiveram um resultado de superação. Subiram 67 vezes ao pódio, o que significa a conquista de quase metade das medalhas obtidas pela delegação brasileira no Canadá (141).
 
No ranking geral, o Time Brasil ocupou o terceiro lugar no quadro de medalhas. Das 67, 20 de ouro, 18 de prata e 29 de bronze. Natação e judô foram as modalidades mais laureadas entre as Forças Armadas. Contudo, o maior feito entre os militares foi no judô: das 13 medalhas conquistadas pelos brasileiros, 12 vieram pelos braços dos atletas do Programa de Alto Rendimento do Ministério da Defesa (MD).
 


O ministro da Defesa, Jaques Wagner, comentou a façanha dos militares que contribuíram com as vitórias da delegação brasileira. “Este é o primeiro passo e estou certo que virão resultados ainda melhores nos Jogos Mundiais Militares, agora em outubro, e, sobretudo, nas Olimpíadas”, disse.
 
Dos 590 atletas brasileiros que participaram do Pan, 123 estão ligados diretamente a Marinha, ao Exército ou a Aeronáutica dentro do Programa de Alto Rendimento dos Ministérios da Defesa e do Esporte. Isso significa que, dos militares participantes da competição, 54% deles subiram ao pódio.
 
A classificação geral do Brasil foi similar ao Pan de Guadalajara em 2011 (141 medalhas/3º lugar). Já o resultado da participação dos militares, em 2011, representou 41 medalhas e contou com 73 atletas na delegação brasileira.
 
A única campeã mundial do Brasil em piscina curta, a sargento do Exército Etiene Medeiros, virou também a primeira do país a conquistar o ouro em uma edição dos Jogos Pan-Americanos. O feito obtido nos 100m costas pela pernambucana de 24 anos veio com uma prova perfeita, na qual ela também tornou-se a primeira brasileira a nadar abaixo de um minuto. “Nesse Pan-Americano, pintamos a piscina de verde e amarelo. Juntos! Obrigada a todos pela energia positiva, carinho e todo amor entregue durante as provas”, vibrou a medalhista.

pant_inter3.jpg
O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, ressaltou que todas as conquistas vieram de um esforço conjunto de vários entes que contribuem para a evolução do esporte brasileiro. “Queria reiterar que esses resultados alcançados são graças a um trabalho de união de esforços feito em parceria e trabalho em equipe do COB, das confederações brasileiras das modalidades, do Ministério do Esporte, do Ministério da Defesa, do Ministério de Ciência e Tecnologia, e dos patrocinadores", disse.
 
Destaque
 
Por tantas vezes em lugar de destaque, o mundo acabou se deparando com um comportamento diferenciado cada vez que a bandeira brasileira era hasteada e o Hino Nacional entoado. Muitos dos militares prestaram continência como forma de respeito e saudação.

pant_inter4.jpg
Mayra Aguiar, sargento da Marinha e medalha de prata no judô, contou que "é um orgulho poder prestar essa homenagem e lembrar quem está nos ajudando". O judoca do Exército Luciano Correa, medalha de ouro no Pan, disse que prestou continência "pelo orgulho que tem de representar as Forças Armadas".
 
O número de medalhas obtidas pelos militares pode ser comparado à conquista de delegações inteiras, como por exemplo, da Venezuela (50), oitavo lugar no quadro geral de medalhas. Um resultado de superação que envolve o trabalho contínuo de toda equipe desportiva.

pant_inter2.jpg
O diretor Departamento de Desporto Militar (DDM) do MD, brigadeiro Carlos Amaral, ressaltou que o objetivo inicial era dar ao time do Comitê Olímpico Brasileiro pelo menos 40% das medalhas conquistadas em Toronto. “Estamos muito felizes com a façanha dos nossos atletas militares. Conseguimos superar nossa meta e agora é intensificar o trabalho para alcançar bons resultados nas próximas competições”, comentou.
 
Jogos Mundiais Militares

O foco dos militares agora é os 6º Jogos Mundiais Militares (JMM) que acontecerão de 02 a 11 de outubro deste ano, na República da Coreia. O Brasil enviará a maior delegação visitante da competição. Serão cerca de 400 integrantes, entre atletas e comissão técnica, militares e civis. Ao todo, participam da competição cerca de sete mil competidores de 110 países.
 
Estão previstos para representar o Brasil 308 atletas e 91 integrantes da comissão técnica. A previsão é que a lista final com os atletas participantes seja divulgada no dia 1º de agosto. O país participará da disputa nas 24 modalidades da competição: atletismo, boxe, basquete, ciclismo, futebol, golfe, handebol, judô, maratona, pentatlo moderno, pentatlo naval, pentatlo militar, pentatlo aeronáutico, orientação, natação, triathlon, vôlei, lutas associadas, taekwondo, tiro com arco, esgrima, paraquedismo, vela e tiro esportivo.
pant_pequena.jpg
 
A equipe brasileira contará com atletas experientes, como as marinheiras Sarah Menezes, medalha de ouro no judô nos Jogos Olímpicos de Londres, e Mayra Aguiar, campeã mundial de judô;  a pentatleta do Exército Yane Marques, medalha de prata em Londres e ouro no Pan; e o coronel da Força Aérea Brasileira Júlio Almeida, medalha de ouro em Toronto.
 
A meta do Brasil é superar as 111 medalhas conquistadas na última edição do evento, em 2011, no Rio de Janeiro, e ser novamente o país com o maior número de medalhas no mundial. Esses Jogos são considerados de extrema relevância para as Forças Armadas brasileiras e servem como apoio ao esporte nacional, visando à preparação dos atletas que também irão aos Jogos Olímpicos Rio 2016.
 
Programa de Alto Rendimento
 
Por meio do Departamento de Desporto Militar, o Ministério da Defesa organiza a participação militar brasileira em eventos esportivos de alto nível. Delegações de atletas militares do país participam com regularidade de campeonatos do Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM) e da União Desportiva Militar Sudamericana (UDMSA), além de eventos como os Jogos Mundiais Militares.
 
O MD atua em parceria com o ministério do Esporte (ME), no sentido de apoiar os atletas de alto rendimento, com vistas à melhoria de seu desempenho, bem como na descoberta de novos talentos esportivos.
 
Os atletas militares têm direito a soldos, 13º salário, locais para treinamento, recursos humanos qualificados nas comissões técnicas, além de plano de saúde, atendimento médico, odontológico, fisioterápico, alimentação e alojamento. Os atletas também são beneficiados pelas bolsas Pódio e das categorias Olímpica, Internacional e Nacional do ME.

Para os Jogos Olímpicos Rio 2016, o Ministério da Defesa realizará ações que assegurem a representação militar na delegação brasileira. A participação das Forças Armadas não se dará apenas com atletas, mas também por meio de integrantes das equipes técnica e de apoio.
 
FOTO 1: Danilo Borges / Brasil 2016
LEGENDA 1: O sargento do Exército Henrique Rodrigues conquistou medalha de ouro nos 200 m medley
 
FOTO 2: Danilo Borges / Brasil 2016
LEGENDA 2: Etiene Medeiros, atleta do Exército, obteve ouro nos 100 m costas 
 
FOTO 3: Roberto Castro / ME
LEGENDA 3: Charles Chibana, representando o Exército Brasileiro, prestou continência ao receber a medalha de ouro no judô 
 
FOTO 4: Danilo Borges / Brasil 2016
LEGENDA 4: A representante da Aeronáutica, Juliana dos Santos, conquistou ouro no atlletismo
FOTO 5: Danilo Borges / Brasil 2016
LEGENDA 5: Cássio Rippel, do Exército, foi medalha de ouro em Toronto na modalidade tiro
 defesaassinatura.jpg

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Os 25 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente: avanços e desafios

0ECA 1
O Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei n. 8.069 de 13/07/1990) marco para a garantia dos direitos do público infanto-juvenil completa 25 anos de existência. Hoje, a data é marcada meio às discussões de alteração da Constituição Federal para eventual redução da maioridade penal, dos atuais 18 (dezoito) para 16 (dezesseis) anos de idade.

0ECA
Embate que tem mobilizado adeptos e não adeptos à alteração. É um momento propício para reflexões sobre os desafios, avanços e dificuldades que o Estatuto enfrenta para a sua consecução de fato.

É preciso considerar que os debates que remetem à infância e à juventude e consequentes mudanças na seara da infância advém de um determinado contexto sociocultural, econômico e político. Nesse sentido, o Estatuto revela avanços, que vão desde a mudança de concepção do conceito de criança como sujeitos de direitos, ao surgimento da categoria adolescência e demais disposições jurídicas alicerçadas na Proteção Integral. Assim, o que se observa, é uma constante renovação do Estatuto, a exemplo das alterações introduzidas pela Lei nº12.010/2209, referente à adoção, bem como a Lei nº 12.594/2012, que instituiu o Sistema Nacional Socioeducativo (SINASE).
0ECA 2
O Estatuto da Criança e do Adolescente constitui uma conquista para a proteção do segmento infanto-juvenil, bem como significa um instituto legal de transformação, que resgata e fortalece a família, a sociedade e o próprio Estado. Entretanto, existem desafios para a sua aplicação, considerando a precarização das políticas públicas afetas à infância e à juventude, a falta de empoderamento da sociedade civil nas questões peculiares que envolvem à infância e à adolescência e a fragilização das famílias como cuidadoras de suas crianças e adolescentes, desafios que, em síntese refletem a ineficiência do Estado.

O debate sobre o direito da infância e juventude é pertinente e inadiável, devendo ser fomentado por todos os atores sociais, contudo sempre pautado na premissa da Proteção Integral, inclusive, quanto às possíveis alterações legislativas que atualmente são alvo de discussões.
Assim, urge encontrarmos caminhos que concretizem o princípio da prevalência dos interesses da criança e do adolescente.

Texto: Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude
Siga-nos no Twitter: @Tjap_Oficial

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Notas da Coluna Argumentos, desta quinta-feira, dia 02/07/2015.

Sufoco
Nem bem o mês das férias escolares começou já vimos registros no aeroporto dos primeiros dramas com os altos valores das taxas. Um grupo de quatro pessoas que ia para Belém perdeu o voo e teve que desembolsar R$ 6 mil para remarcação.   

Modelo
Enquanto isso, companhias aéreas menores, como a Azul, faz promoções em pleno mês de julho. Trechos sendo vendidos a R$ 58,90. Só falta botar os jatos novos para operar aqui, onde só vem “turbo hélices”.    

 

Tríplice
O ex procurador geral do MP, Manoel Brito, foi escolhido ontem o novo desembargador do Tribunal de Justiça. Figuraram na lista tríplice além dele o procurador Nicolau Crispino e a promotora Alessandra Moro.  

 

Nomes 
Anteriormene, outros três membros do MP estavam disputando a vaga deixada pelo desembargador Luís Carlos. Aliás, todos bons nomes: procuradores de Justiça Joel Chagas, Jayme Ferreira e Fernando França.      

 

Negócios

Será abera amanhã a 1ª Feira Multisetorial em Santana, com o conceito 'Um Verão de Oportunidades', promovida ela Sebrae e parceiros. Vai até domingo às 17 horas, no Uau Park, localizado na Rua Ubaldo Figueira. espaço ao empreendedor santanense, adequado para exposição.       

 

Estilo 
Manoel Brito, o Manelão, ficou conhecido também por ter comprado briga com Capi, quando ele reinava no Setentrião. Não aceitou ingerências do Executivo nos rumos do MP. Tem personalidade o homem.   

 

Queda
Os preços do minério de ferro podem cair para menos de US$ 47 a tonelada no terceiro trimestre deste ano, em meio ao excesso de oferta do produto, segundo Gordon Johnson, analista sênior do Wolfe Research, companhia de pesquisa de mercado com sede em NY. (Notícias de Mineração)


Explosivos
Representantes de empresas que fabricam explosivos e militares do Exército debateram sobre segurança, estocagem e transporte dos explosivos e acessórios utilizados na mineração de agregados para construção civil. A discussão foi realizada durante evento do setor, em São Paulo (SP), com efeito no Amapá, claro.         

 

Ajuda
O superintendente do DNIT no Amapá, Fábio Vilarinho, revela à coluna agradecimento pela publicação de reportagem sobre a rodovia Perimetral Norte, na Revista Diário. É que a publicação será apensada ao protocolo pedindo a inclusão da obra no calendário nacional do MT.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Coluna Argumentos, quarta-feira, dia 01 de julho de 2015.

Metas

Termina hoje o Encontro de Produtores de Informação visando à Agenda de Desenvolvimento Pós-2015, promovido pelo IBGE. O objetivo 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e das 169 metas já definidas pelo Grupo de Trabalho Aberto.
Garimpo

Ex vereador Raimundo Piaba (PV) segue com uma das principais lideranças da sua Calçoene. Por ora, pilota um programa de rádio chamado Conexão com o Poder em que discorre sobre política e serviço público.
Quadro

O ex presidente das Docas de Santana, José Adeilton Barbosa Leite, agora forma no staff da nova diretoria da Companhia de Eletricidade do Amapá, a CEA. Atua na área de planejamento e expansão.
Opções

Amigos do deputado Roberto Góes (PDT) dizem que ele tem duas possibilidades com relação ao futuro político: uma seria atender aos pedidos destes para concorrer a prefeito; outros o querem senador.

Câncer

O deputado Marcos Reátegui esteve na cidade de Barretos (SP), onde visitou o jornalista Monteiro Filho, fundador da Rede Vida. Ele também visitou o Hospital de Câncer de Barretos, referência internacional na área e que tem muito a ajudar o Amapá nesta causa. Saiu muito otimista de lá.

Talento

Jornalista Flavia Fontes, assina com grande desenvoltura a assessoria do Amapá Garden Shopping. E com grande articulação na festa de inauguração do Cinépolis, uma revolução em termos de cinema.
Ações

Deputado André Abdon (PRB) lançou recentemente a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Família, no Congresso Nacional. Em outra frente, ele age para derrubar o veto presidencial à MP 660, que ensejou o movimento Todos pela Suframa. “Trata-se de uma questão de justiça”, diz o parlamentar.
 
Interação

Já o federal Vinícius Gurgel (PR) abre um canal de comunicação através de seu perfil no Facebook. Ontem, foi a vez da associação dos guardas florestais entrar lá para pedir apoio do parlamentar. “Somos 60 guardas na ativa lutando pelo nosso direito sem apoio de nenhum deputado”, disse o líder da categoria.
Evento

Embrapa quer melhorar a relação das redações com pesquisadores da instituição. Para isso, vai promover dia 2 de julho o “I Encontro Ciência e Mídia”, dentro de um programa maior denominado “Embrapa + Amazônia: rede de comunicação para a pesquisa agropecuária e florestal”.

Azul lança promoção para viajar nas férias de julho pagando R$ 58,90 o trecho

Azul
Experiência AzulMapa de RotasTudoAzulFale Conosco
Tarifas a partir de R$ 58,90
Ofertas internacionais
Descubra as facilidades do app Azul
Pacote Azul Viagens especial para você
Ganhe 10% de desconto nas passagens da Azul
Azul
Acesse www.voeazul.com.br
ou consulte seu agente de viagens.
FacebookTwitterGoogle +YouTubeInstagram
Azul MobileTarifa AzulTV ao Vivo100 Destinos

“A vida do ribeirinho hoje é outra, graças ao palmito orgânico e à onda do açaí”.

Ele tinha tudo para gozar da comodidade de um escritório confortável que um executivo bem sucedido merece, mas para o empresário Cláudio Guimarães, 66, o grande barato do seu negócio com alimentos orgânicos é estar junto ao caboclo ribeirinho, percorrendo rios e igarapés da região amazônica, onde estão os principais fornecedores de matéria prima de seus empreendimentos, voltados à produção de alimentos em conserva, como o palmito de açaí. A fábrica King of Palms, instalada em Santana (AP), vem recebendo visitantes ilustres nos últimos tempos, de várias partes do mundo, que saem falando maravilhas do processo de produção sustentável. Guimarães agradece, mas faz questão de atribuir o sucesso à capacidade empreendedora e consciência ambiental do ribeirinho. O Diário do Amapá conversa com ele a seguir.

Por Cleber Barbosa
Da Redação

Diário do Amapá - O empreendimento que o senhor lidera, a fábrica de palmitos orgânicos King of Palms, está há mais de 30 anos funcionando em Santana, mas somente agora ganhou espaço na mídia nacional, graças a testemunhos de gente importante como o francês Jean-Pierre Coffe, o especialista financeiro Carlos de Colon e até diretores do Banco Mundial, que saíram daqui lhe dando os parabéns. Como foi essa redescoberta?
Claudio Guimarães -
É um prazer para mim falar com vocês. Só queria transferir esses parabéns não a mim, mas à população amapaense, em especial aos nossos parceiros, na realidade desde 1973, portanto são quase 40 anos na realidade. Eu estou no Amapá pessoalmente há 30 anos, admirando o trabalho do caboclo ribeirinho.

Diário - Daí o senhor fazer questão de transferir os parabéns a eles, é isso?
Claudio -
Exatamente. Gostaria de transferir os méritos desse sucesso porque foram eles que desenvolveram toda a técnica do manejo do açaizeiro para produzir essa quantidade gigantesca hoje de polpa de fruta e de palmito.

Diário - São produtos genuinamente amapaenses e que estão ganhando as mais rigorosas clientelas pelo Brasil afora e até no exterior, não é mesmo?
Claudio -
Os dois hoje com condições de serem qualificados como produtos orgânicos, portanto bons para a saúde, extremamente bem feitos, dentro dos melhores padrões internacionais de qualidade sanitária, isso é que é importante. E quem fez isso foi o caboclo. Nós só levamos a eles essa noção de que há uma clientela lá fora para um produto de alta qualidade.

Diário - E eles assimilaram essa mensagem que o empreendimento do senhor buscou transmitir?
Claudio -
Eles se adaptaram e estão fazendo um trabalho digno de reconhecimento, aliás, é o que está acontecendo, pois o IFC, que é um órgão do Banco Mundial, esteve no ano passado aqui, veja, vieram de Washington só para vir ao Amapá verificar. Depois veio esse jornalista Francês que está escrevendo a história do palmito e do açaizeiro e outras pessoas.

Diário - E que saíram bastante impressionados, diga-se de passagem.
Claudio -
É. Os parabéns eu agradeço, mas, como já disse, transfiro integralmente aos nossos caboclos ribeirinhos do Amapá.

Diário - Na entrevista que deu ao Diário do Amapá, o especialista financeiro internacional Carlos de Colon definiu muito bem isso, dizendo que o manejo é um conhecimento que o índio já tinha e que o ribeirinho também domina muito bem, sobre como tirar o seu sustento sem devastar a floresta nativa.
Claudio -
É. Diria que o mais importante é que eles possam se desenvolver. Essa é a definição do progresso, do desenvolvimento, ou seja, não é só crescimento. É manter o habitat deles, os hábitos deles, fazendo com que famílias que a gente conheceu, como todos que frequentam o Amapá há mais de 30 anos viam que a grande maioria era analfabeta.

Diário - Essa situação mudou bastante para a realidade atual?
Claudio -
Nós levamos o doutor Carlos de Colon para visitar duas ou três casas na região, onde ele viu que tem água tratada, onde tem fossa séptica, onde a casa é de uma limpeza muito grande e com tudo dentro, computador, televisão moderna e, sobretudo, onde os filhos das pessoas que trabalharam conosco, cuja grande maioria era analfabeta, agora tem casas onde os filhos, como a gente viu uma lá, onde uma moça é formada em teologia, outra formada em design industrial, a terceira em literatura comparada e a quarta em Direito.

Diário - Que evolução então, uma mudança de perfil bem acentuada, não é?
Claudio -
Um progresso fantástico, gente que está feliz e que não precisa sair de lá. A vida do ribeirinho hoje é outra, graças ao palmito orgânico e à onda do açaí.

Diário - Daí sua satisfação em fazer parte dessa nova realidade, a nova classe média que o doutor Carlos de Colon de referia?
Claudio -
Esse é o progresso pelo qual tenho a maior admiração, pois foi fruto do trabalho do caboclo, do ribeirinho amapaense que com poucos recursos, com pouca ajuda ele conseguiu desse trabalho, de uma técnica feita por eles nas ilhas, sobre como conservar o açaizal, sem devastar nada. Evidentemente os órgãos públicos depois levaram escolas, justiça ambulante, enfim, a vida do homem ribeirinho hoje é outra, como disse o senhor Carlos de Colon, de uma classe média que ninguém conhecia e que merece ser desenvolvida e que merece ser mostrada.
Diário - Porque também são parte desse novo Brasil, que se sobressai do ponto de vista econômico, não é?
Claudio - E que são de uma dignidade e uma beleza muito grande. Não é o que aparece da Amazônia brasileira lá fora, daí eu ficar muito feliz atualmente, pois a Amazônia tem coisas muito mais bonitas para serem mostradas.

Diário - É preciso lembrar que na ponta do fio dessa nova realidade que o senhor tanto gosta de falar está o produto final, o pote do palmito de açaí orgânico, sem agroxóticos, produzido dentro dos padrões de sustentabilidade, com a marca King of Palms, mas também com a descrição de que a fábrica fica em Santana, no Amapá, não é?
Cláudio -
Sem dúvida e essa certificação, isso tem que ser dito, ela não é conseguida facilmente não. E inclusive recentemente duas certificadoras internacionais, uma suíça e outra francesa, estiveram em nossa fábrica para certificar não o produto, mas o trabalho de cada caboclo, cada fornecedor. Todo colaborador nosso tem uma função e tem que responder a um padrão de atitude de qualidade, de limpeza, de serviço feito na hora, enfim, isso que é comovente, não é só o produto que está na prateleira.

Diário - Mas que bom que o produto está ganhando clientelas também, as mais exigentes mesas e prateleiras não é mesmo?
Claudio -
Sim, claro, o produto está nas prateleiras de supermercados da Espanha, nos Estados Unidos, na China, no México, assim também como no Rio de Janeiro e em São Paulo, então cada caboclo desse que trabalha no campo como nas fábricas são qualificados, eles são submetidos anualmente a diversas vistorias e auditorias, daí nós estarmos muito orgulhosos e não tem nenhum gringo, só gente daqui mesmo, é tudo caboclo mesmo.

Diário - O Amapá recebeu também recentemente a visita de uma missão do Parlamento Italiano e pelo que se soube a respeito da viagem eles também têm interesse na área dos alimentos orgânicos tanto que programaram uma visita ao seu empreendimento. São boas perspectivas também para o senhor?
Claudio -
Sem dúvida, eu infelizmente não pude ir, mas gostaria de registrar que isso é mais uma prova de confiança, eu não estou, mas a casa está sempre aberta e tenho certeza de que esses italianos foram bem recebidos, como foram os três diretores e três vice-presidentes do Banco Mundial que vieram de Washington para nos visitar e falaram com todos os nossos funcionários, com todos os nossos parceiros, foram nas comunidades como Mazagão Velho, onde foi constituída recentemente uma cooperativa nova que trabalha conosco e disso tudo nós temos o maior orgulho.

Diário - Obrigado pela entrevista.
Claudio -
Eu que agradeço e faço votos de que a nossa população do Amapá continue trabalhando do jeito que está com a felicidade e alegria que dão a todos, inclusive aos nossos clientes.
 
Perfil...

Entrevistado. Há quarenta anos o empresário Claudio Guimarães, 66 anos, comprou a King of Palms, uma empresa familiar que consistia em uma pequena indústria de conservas com uma fábrica no Rio de Janeiro e outra no Paraná, mas que já exportava. Nascido no Brasil e criado na França, Guimarães viu que tinha nas mãos um tesouro quase intocado. Produtos brasileiros à época não tinham prestígio no exterior. Hoje, a marca Amazônia vale ouro. Aos poucos ele foi desativando todas as outras linhas e, a partir de 1983, concentrou o negócio somente no palmito do açaizeiro para o mercado da gastronomia. E seu foco passou a ser lojas da Europa e dos Estados Unidos, onde já existia a procura pelos chamados alimentos orgânicos - uma estratégia que deu e está dando certo.

Chefs do Amapá concorrem ao Prêmio Dolmã 2015, o Oscar da Gastrononomia

Ocorre em Mato Grosso do Sul, o II Encontro Nacional de Chefs do Brasil – Enchefs, no qual acontecerá cerimônia de premiação do Prêmio Nacional Dólmã 2015.

O Prêmio Nacional Dólmã surgiu da necessidade de se reafirmar, reconhecer e valorizar o trabalho e a dedicação dos profissionais que se destacam na área gastronômica e que contribuem para o aquecimento da economia brasileira. Este ano a premiação, que está em sua segunda edição, na capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande.

O intuito da organização é que o Prêmio Dólmã, que é anual, seja itinerante sendo realizado a cada edição em um estado brasileiro passando por todo o país. “O projeto foi estruturado para haver ineditismo durante os 27 anos primeiros anos tendo cada estado do Brasil como anfitrião, incluindo o Distrito Federal”, destacou o idealizador do projeto, o presidente do Grupo Conforto Gastronômico, Geraldo Guerra Júnior.

A premiação é dividida em duas categorias. A estadual, onde concorrem 3 chefs por estado, que são indicados pela Comissão de Pesquisa, indicação popular através de postagem no Facebook e Chefs premiados das edições anteriores. A outra categoria é nacional onde concorrem 5 chefs que são indicados apenas pela comissão.

Pelo Amapá, disputam a premiação, as renomadas Chefs Socorro Azevedo (Divina Arte), Aline Lobo (Delícia Saudável) e Orazio Cattani (IL Giardinetto).

Fazendo parte da programação do encontro de Chefs de todo o Brasil, os premiados das edições Dólmã anteriores farão oficinas com receitas, criadas para o encontro. Estarão presentes os atuais chefs indicados e o público em geral.

A ideia é que durante o evento, ocorra a socialização e a troca de experiências a nível nacional através de palestras, cozinha show, rodadas de negócio, consultorias, mostra de agricultores, encontro de turismo e muito mais.

A cerimônia de premiação, o grande Oscar da Gastronomia, ocorre na noite desta quinta-feira, em uma noite de gala para convidados.

sábado, 27 de junho de 2015

TURISMO - Uma nova chance para Mazagão

A Festa de São Tiago, que ocorre no mês de julho, é uma fiel reprodução dos anos em que Mazagão era do outro lado do Oceano Atlântico, em uma fortaleza no Marrocos.
A festa de São Tiago é o maior acontecimento cultural, religioso e turístico do interior do Amapá e atrai a cada ano uma multidão de visitantes para a pequena e histórica vila interiorana.

Por Cleber Barbosa, para a Revista Diário.

O mês de julho é sempre muito aguardado pelos moradores da bucólica vila de Mazagão Velho, pois é quando a população mais que dobra de tamanho para que os turistas possam assistir a um verdadeirio espetáculo a céu aberto: a retratação da batalha entre mouros e cristãos, como ocorrera em 1769, quando a Mazagão africana, uma fortaleza no Marrocos, foi transferida para a Amazônia, uma bela, mas terrível história de dor e sofrimento.
Muita gente na realidade não conhece os detalhes dessa aventura que atravessou o oceano para que os moradores pudessem ter uma nova chance, distante do continente africano. Construída em 1513 com fama de inexpugnável, a cidade fortificada de fato resistira a sucessivos ataques muçulmanos por mais de dois séculos. Mas naquela fatídica década, estava com os dias contados, o que acabou por se consolidar com a invasão comandada pelo sultão Sidi Mohamed. “Era o fim da ocupação. Mas não o fim de Mazagão. Desfeita na África, a cidade atravessaria o Atlântico para ser reerguida em outro extremo do Império português, carente de povoamento em suas fronteiras: a Amazônia”, narra o historiador Laurent Vidal.
A festa pelo Dia de São Tiago, é em 25 de julho, que a lei agora diz ser feriado estadual. O atual prefeito, Dilson Borges (PMDB), diz que todos os esforços estão sendo envidados para que esse acontecimento cultural e religioso, possa ser ainda mais divulgado e assim o turismo local possa ser alavancado. “Não vamos inventar a roda. O turismo é isso, cultura, gente para recepcionar, história para ser contada”, diz.

CURIOSIDADES
Até 1778, cerca de 1.800 pessoas foram transferidas da Mazagão africana para a Nova Mazagão, como ficou conhecido o povoado no Amapá. E apesar de receberem durante um ano uma ração alimentar, poucas famílias conseguiam se sustentar na nova morada. Acabaram passando fome. Fragilizados, eram vítimas de doenças e epidemias. O fracasso da experiência amazônica é reconhecido oficialmente no dia 19 de setembro de 1783. Poucos permaneceram. E pereceram.