Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

sábado, 14 de maio de 2016

ESTÁCIO: Ação Social é levada a comunidade quilombola de Curralinho

Ação faz parte dos programas de responsabilidade social da Faculdade Estácio do Amapá
Noções de contabilidade e empreendedorismo, sensibilização sobre a preservação do meio ambiente, palestra sobre violência doméstica. Estas são algumas das ações que alunos, sob a supervisão de professores, da Faculdade Estácio do Amapá vão promover na comunidade quilombola de Curralinho, na manhã deste sábado, 14 de maio.
Os projetos de extensão, que vão ser colocados em prática na comunidade, foram elaborados por três cursos da Estácio Amapá: Pedagogia, Ciências Contábeis e Direito. A ação vai beneficiar 75 famílias que vivem em Curralinho, distante 10 quilômetros de Macapá. De acordo com a coordenadora de Extensão da Estácio Amapá, Maria Alice Ribeiro, “a comunidade foi escolhida por ser uma área remanescente do quilombo, onde a Faculdade Estácio do Amapá tem o compromisso pedagógico de atuar no contexto étnico racial, trabalhando inclusive esta percepção na formação ética do acadêmico”.
Projetos - os alunos de Pedagogia vão fazer uma sensibilização sobre a importância de preservar a natureza com o projeto de extensão “Cuidando do meio ambiente no Quilombo”. Os objetivos dos acadêmicos são identificar situações próprias do cotidiano em que pequenas mudanças demonstram cuidado com o ambiente; compreender como a saúde pública é afetada por posturas antiecológicas e de falta de autocuidado; e entender o processo químico de transformação do óleo de cozinha saturado em detergente líquido. Os estudantes, ainda vão   realizar oficinas lúdico-pedagógicas para as crianças da comunidade.
O curso de Ciência Contábeis vai executar dois projetos. Um deles tem o objetivo de fazer uma análise detalhada da fábrica de farinha da comunidade. Os alunos pretendem dar noções de contabilidade e empreendedorismo para ajudar os moradores a fazerem o uso adequado da fábrica. Já o outro, os acadêmicos vão fazer um estudo antropológico da comunidade.
Direito também vai participar da ação realizando palestra sobre “O adolescente em conflito com a lei – justiça restaurativa / violência doméstica”. O projeto inclui, ainda, a realização de um vídeo sobre as temáticas, a aplicação de questionário e, posterior, produção de banner científico.
Os projetos acadêmicos que atendem à sociedade fazem parte do tripé da educação, que inclui ensino, pesquisa e extensão. De acordo com a professora Maria Alice, a Faculdade Estácio do Amapá tem a responsabilidade social como um dos principais compromissos da Instituição, portanto, incentiva projetos de extensão como os que serão realizados em Curralinho. Ainda segundo ela, “do ponto de vista acadêmico, esses projetos são importantes para o aluno, pois ele pode colocar em prática o que aprende em sala de aula. Do ponto de vista social, a comunidade, que vive em situação de vulnerabilidade, pode se beneficiar com orientação técnica qualificada, melhorando assim a qualidade de vida”, ressaltou a coordenado de Extensão da Estácio Amapá.
Serviço: A ação da Estácio Amapá na comunidade de Curralinho vai ser realizada neste sábado, das 8h30 às 12h. Alunos e professores vão se concentrar na Faculdade às 7h30 e sair em direção à comunidade às 8h.
Diani Correa
Comunicação Estácio - Núcleo Amapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!