Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

terça-feira, 10 de maio de 2016

GASTRONOMIA | Vem aí mais um Festival Brasil Sabor em Macapá.

Cleber Barbosa
Editor de Turismo

Com 18 restaurantes de Macapá que são filiados à Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), está confirmada a realização da 8ª edição do Brasil Sabor, a maior vitrine gastronômica do país e que também vai acontecer em Macapá. Durante todo o mês de junho os principais pratos inscritos na mostra serão encontrados nos restaurantes participantes, mas por três dias (30 de junho, 1 e 2 de julho, poderão ser conferidos numa festa de degustações no Sebrae Amapá, a preços populares. Cada prato será comercializado ao preço único de R$ 10. O setor aposta neste formato de evento para potencializar o mercado gastronômico local.
Sandro Bello, executivo da Abrasel
Segundo o executivo da Abrasel-AP (Associação Brasileira de Bares, Restaurantes e Similares) Sandro Bello, há oito anos o Brasil Sabor faz parte do calendário dos grandes eventos gastronômicos do país. Este ano, o Festival traz como tema “Origem e originalidade na gastronomia “, a edição deste ano ocorrerá no espaço multiuso do Sebrae/AP. “É importante que em tempos de dificuldades na economia nacional a cadeia produtiva do turismo, que envolve a gastronomia, possa mostrar poder de reação”, diz o especialista.

Em Grupo - Desde o surgimento do festival, o segmento gastronômico local vive verdadeira ebulição, afinal colocar em exposição as grandes atrações regionais são uma excelente oportunidade de visibilidade. Apesar de serem empreendimentos em tese concorrentes, o fato de estarem congregados em uma entidade de classe, leva os empresários do setor a se mobilizarem para que toda a cadeia produtiva da gastronomia possa ser fortalecida. “A gastronomia é uma das atividades econômicas do chamado Trade Turístico e no Amapá este setor está se consolidando a cada dia pois temos uma gastronomia diferenciada”, diz Sandro.
Já a empresária Elaine Vieira, que já presidiu a Abrasel-AP, diz que das mais de 50 atividades econômicas que são de alguma forma impactadas pelo turismo, a gastronomia exerce um grande papel. “Todas as atividades são importantes a bem da verdade, cada uma de alguma forma garante ao turista que nos visita conforto, comodidade, prazer, descanso, entretenimento e, claro, alimentação. Então a gente quer aproveitar a oportunidade que um festival proporciona para atrair mais pessoas para nossos restaurantes e também para a cidade”, diz a empresária. O festival Brasil Sabor acontece simultaneamente em todo o país, congregando mais de 1,4 mil restaurantes dos quatro cantos do Brasil, valorizando ainda mais o país como destino turístico.

Origem e a originalidade da gastronomia do Amapá
Valorizar e divulgar os ingredientes e as técnicas locais na gastronomia são dois pontos centrais da 11ª edição nacional do Brasil Sabor, festival gastronômico realizado pela Abrasel que envolve restaurantes associados em todo o País.
 O foco deste ano é Origem e Originalidade e faz alusão, justamente, ao resgate de sabores e processos já quase esquecidos, à importância da origem dos alimentos e sua função social. Os restaurantes participantes preparam pratos especiais para o festival e cada cidade pode criar promoções e dinâmicas exclusivas para os consumidores.
Com o tema “Origem e originalidade na gastronomia amapaense”, a edição deste ano ocorrerá no espaço multiuso do Sebrae/AP nos dias 30/06, 01 e 02/07. Além das 22 novas criações da culinária local comercializadas a preço popular, o evento conta apresentações de MPA e MPB e a cozinha show com uma programação variada que terá como diferencial este ano o fatpo de ocorrer durante um mês inteiro. O evento é uma realização da Abrasel, Sebrae, Governo do Amapá,  Prefeitura de Macapá, Sesc e Senac.

Festivais aferem a importância da gastronomia para o turismo brasileiro
A gastronomia está cada vez mais presente no turismo brasileiro. O número de viajantes que arrumam as malas com destino a um dos mais de duzentos festivais gastronômicos que ocorrem todo ano pelo país é cada vez maior. Os gastos com alimentação estão entre as principais despesas dos turistas brasileiros, atrás apenas do transporte, de acordo com a última Pesquisa de Turismo Doméstico do Ministério do Turismo.
Algumas cidades pelo Brasil como Tiradentes (MG), Joinville (SC) e Brotas (SP) realizam festivais gastronômicos. Nenhuma delas nasceu com essa vocação, mas as três encontraram na gastronomia um reforço para seus atrativos turísticos. Tiradentes é uma das principais cidades históricas do país; Brotas, um importante destino de esportes de aventura e Joinville, uma cidade de arquitetura colonial alemã com um dos melhores índices de desenvolvimento humano (IDH).
A variedade de sabores e de novos chefs de cozinha aumenta ainda mais o apelo turístico de alguns destinos brasileiros. A gastronomia brasileira é considerada muito boa para 89% dos turistas brasileiros e 97% dos estrangeiros, de acordo com um estudo do Ministério do Turismo. “A gastronomia é uma das bases da estrutura do turismo para o lazer e para o negócio”, explica o diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, José Francisco Lopes, responsável pelos dados. “Outra boa notícia é que a vocação gastronômica de boa parte das cidades só agora começa a ser incorporada aos destinos. Ainda há muito a se conhecer”.
No Amapá, a Abrasel tem um total de 40 restaurantes oficialmente cadastrados na entidade.

Curiosidades
-  Milhões de brasileiros descobriram o prazer de cozinhar e ganhar dinheiro com isso;
- Setor de gastronomia já emprega mais que a construção civil no país;
- Gastronomia movimentou R$ 180 bilhões no ano passado, um crescimento de 80% em cinco anos. Setor emprega seis milhões de pessoas.

R$180 Bilhões
Total de recursos movimentados pela gastronomia.

Gastronomia Regional

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!