Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Coluna Argumentos, quinta-feira, dia 23 de junho de 2016.

Amolação

Passageiros que tentavam embarcar na madrugada de ontem em Macapá encontraram o aeroporto fechado para pousos e decolagens. Problema era neblina densa que cobria a cidade. Foram horas de espera e muito café caro na única lanchonete na sala de embarque.

Massa

Aí muita gente diz estranhar uma cerração em plena Macapá, às margens do Amazonas. Mas técnicos em aeronáutica dizem que isso é muito comum nessa virada da estação das chuvas para o verão.

De novo

Aliás, nas últimas semanas tem sido um problema recorrente o adiamento e até o cancelamento de voos saindo de Macapá na madrugada. Transtornos são enormes e compromissos são perdidos. A quem recorrer?

Vermelho

Quem estava no aeroporto ontem era o empresário Glauco Cei, que preside o Sindicato da Construção Civil. Falando à coluna, contabilizou prejuízos que os associados tiveram com a saída da Zamin.

Madrasta

Glauco Cei diz que é preciso colocar nessa discussão não a duvidosa indiana Zamin, mas a poderosa inglesa Anglo American, que foi a responsável por vender (supostamente) o Sistema Amapá a eles.

Amizade
O ex presidente Sarney enviou esta foto ao jornalista Evandro Luiz, que fez uma de suas últimas entrevistas em Macapá ao deixar o Senado. Na foto está também o repórter-cinematográfico Albenir Souza, que também goza da amizade do ‘colega’ Sarney, que também é jornalista.

Capital

A coluna fez uma rápida passagem por Brasília ontem e encontrou um Congresso Nacional quase deserto. Era o chamado “recesso branco” puxado pela bancada do Nordeste. É que São João é quase um feriado religioso na terra de Luiz Gonzaga e região. Na próxima semana tem “esforço concentrado”.

Por onde

Da bancada do Amapá encontramos apenas Abdon, Vinícius, Davi e Jozy na capital. Roberto estava em Belém, Marcivânia em Santana, Marcos e Cabuçu em Macapá e Janete não teve a agenda divulgada. O coordenador da bancada, inclusive, falou à coluna sobre como acelerar convênios antes de julho.

Há vaga



O ex senador Gilvam Borges é tido e havido como o candidato de Waldez à sucessão municipal. Com isso, gente do PDT que fazia planos para postular candidatura, terá que adiar o projeto. Compor como vice está fora de cogitação, conforme revela o Delegado Ericlaudio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!