Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

domingo, 24 de abril de 2016

Notas da Coluna Argumentos, domingo, 24 de abril de 2016.

Susto

O carro que transportava o deputado federal Marcos Reátegui capotou ontem próximo ao município de Tartarugalzinho. O parlamentar cumpria agenda política na região e estava acompanhado da namorada e alguns assessores. Felizmente ninguém ferido grave.

Chuva

Falando à coluna, o parlamentar amapaense disse que o veículo Pajero rodou na pista molhada e depois capotou algumas vezes. Todos usavam cinto de segurança e saíram apenas com escoriações leves.

Curso

Associados do Jeep Clube de Macapá receberão treinamento ministrado pelo Exército Brasileiro sobre noções de sobrevivência na selva, nós e amarrações, além de navegação com bússola.

Natureza

O presidente do clube, empresário Manoel Mandi, diz que essa capacitação vem complementar outras parcerias com os militares do 34º BIS e visa também repassar conhecimentos sobre proteção ao meio ambiente.

Partículas

Por falar em proteção ao meio ambiente, Almeida Júnior, da Ong Ambiental Amigos em Ação se diz contra um velho hábito de Macapá (e pelo interior ainda) de lavar carro a beira de um rio. Polui, diz ele.

Rádio
Médico cardiologista Eduardo Monteiro de Jesus esteve ontem nos estúdios da Diário FM dando valiosas dicas sobre os cuidados com a saúde. A prevenção é vital, segundo o especialista, para evitar os males responsáveis por 1/3 dos óbitos atualmente no Brasil. Levantou a audiência e suscitou a participação de ouvintes.

Sindetur

Em Mato Grosso, onde acontece a FITA, Feira Internacional de Turismo da Amazônia, o empresário Edyr Pacheco diz ter ficado impressionado com a participação do poder público no evento. “Turismo movimenta toda a cadeia econômica”, diz o atual presidente do Sindicato do Setor.

Mercado

Em absoluta primeira mão, o economista e consultor Luiz Pagot, falou ontem ao nosso Conexão Brasília, pela Diário FM, a respeito do arrojado projeto de escoar grãos do Centro-Oeste pelo Porto de Santana. A proposta é altamente viável, pelo que disse, devido aos custos do transporte rodoviário.

Negócio

Os grãos do Mato Grosso, como o milho, chegarão ao Amapá via fluvial, em barcaças que em comboio duplo transportam o equivalente ao que mil carretas transportariam. E ainda deixariam de ir até portos como Santos e Paranaguá, hoje extremamente congestionados. E caros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!