Página do jornalista amapaense Cleber Barbosa, voltada a difundir notícias, pensamentos, reflexões e atualidades sobre turismo, comportamento, economia, cultura e política.

PUBLICIDADE

quarta-feira, 3 de maio de 2017

INTERNACIONAL | Depois de tirar férias, Barak Obama cobra agora até U$ 400 mil por palestra

Desde que saiu da Casa Branca, Barack Obama parece estar curtindo férias. Ele se mudou para uma mansão num bairro rico de Washington, tirou férias em Palm Springs, na ilha particular de Richard Branson, e trocou os termos presidenciais por chinelos e jaquetas de couro.
Mas o 44º presidente americano voltará ao trabalho nessa semana, quando fará um discurso para um banco de Wall Street.
O custo de sua aparição na conferência do banco deixou o mundo de queixo caído. Obama cobrou 310 mil libras por sua presença (aproximadamente 400 mil dólares).
Quanto será que o predecessor de Donald Trump pretende lucrar com o “trabalho” de ex-presidente?
Suas chances de enriquecer são enormes. Obama está sendo convidado a comparecer a vários programas de TV, recebeu propostas para escrever livros e tem uma pensão muito generosa. Isso, combinado aos ganhos de sua esposa, Michelle, que também recebe várias propostas como ex-primeira-dama, tornam os números ainda maiores.
Veja o que a família Obama provavelmente fará para ganhar dinheiro no futuro:

Discursos

O primeiro compromisso de Barack Obama após sua saída da Casa Branca vem com um cheque de 310 mil libras. Certamente, há mais dinheiro de onde este veio, especialmente porque o ex-presidente é conhecido como um hábil orador. Para dar uma referência, a CNN estima que Bill e Hillary Clinton ganharam 118 milhões de libras para discursar de 2001 a 2015.
Mas Jeremy lee, fundador da maior agência para oradores do Reino Unido, a JLA, disse que a reputação de Obama como um presidente “ineficiente”, pode desanimar alguns possíveis contratantes.
“Considerando que todo mundo queria os Clinton, acho que muitas organizações podem não querer o Obama”, disse ele ao Yahoo News UK.
“É claro que muitos podem estar interessados em Michelle, especialmente no Reino Unido, já que ela não é afetada por questões políticas”.
Embora ela cobre menos por suas aparições, este interesse que Michelle tem despertado pode pavimentar a estrada dos Obama com ouro puro.

Livros

Outra fonte de renda para a família Obama são os livros. O casal já assinou um acordo com a editora Penguin Random House para publicar dois títulos, um escrito por Obama e outro por Michelle. Estima-se que apenas estes dois contratos gerarão uma renda de 50 milhões de libras (65 milhões de dólares), o que provavelmente manterá a casa deles funcionando por um tempo.

Pensão

Embora não seja tão lucrativa quanto as outras fontes de renda de Obama, o ex-presidente recebe uma pensão que pode chegar a 160 mil libras por ano, ajustada regularmente para acompanhar a inflação. Com isso, vem um pacote de outros benefícios para cobrir despesas com funcionários e escritório. No caso de George W. Bush, essas despesas chegavam a 850 mil libras.

Ensino e palestras

Barack Obama já lecionou na Universidade de Direito de Chicago, e poderia muito bem voltar a fazer isso. Também foi sugerido que ele ocupasse uma vaga como professor em Harvard, onde cursou Direito. Em uma entrevista de 2014, Obama disse: “Eu adoro lecionar. Sinto falta da sala de aula e do contato com os alunos”. Ele não disse se pretende voltar a dar aulas, mas um professor de Harvard ganha cerca de 150 mil libras.

Matilda Long
Yahoo News UK

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua conosco!